Clientes reclamam de falhas na rede da Vivo no Amazonas

Falhas constantes no sinal da Vivo em Tabatinga-AM tem prejudicado os moradores e o comércio local.

Desde a última quinta-feira, 21, moradores da cidade de Tabatinga, em Amazonas tem tido dificuldade em usar a rede da Vivo. O município fica no interior do Amazonas, na fronteira entre Brasil e Colômbia, a cerca de 1.108 km da capital Manaus. Devido a falhas constantes, os usuários não estão conseguindo realizar ligações ou enviar mensagens de texto. 

Segundo informações do G1, os moradores da cidade têm procurado serviços de assistência técnica, por conta da dificuldade para utilizar o sinal da operadora. As falhas na comunicação da rede da Vivo também afetaram o comércio local. 

Por meio de nota, a Vivo informou que alguns clientes da cidade de Tabatinga podem ter encontrado dificuldade nos dias 21, 22 e 25, por causa de falhas em equipamentos das operadoras provocadas por descargas elétricas, mas reiterou que os serviços já foram normalizados. 

Recentemente, a TIM foi notificada pelo Procon em Alagoas também por conta de falhas em sua rede de telefonia. É importante ressaltar que as duas operadoras são donas das maiores coberturas 4G do Brasil, mas costumam apresentar problemas em cidades mais afastadas dos grandes centros urbanos.

LEIA TAMBÉM:


4
Deixe um comentário

avatar
4 Número de Comentários
0 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
0 Autores de comentários
Blogs da AmazôniaDalvan OliveiraRh ItagiErick Nilson Silva Autores recentes de comentários
  Cadastre-se  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Erick Nilson Silva
Visitante

Se fosse a Oi ou a TIM tava todo mundo falando mal… Kkk

Rh Itagi
Visitante

a Vivo aqui é péssima… internet ruim, o tempo todo sem rede.

Dalvan Oliveira
Visitante

Diariamente agente tem com tim

Blogs da Amazônia
Visitante

Nenhuma operadora presta aqui em Tabatinga (AM). É uma falta de respeito com o cidadão brasileiro. A privatização das teles não foi bom para o Brasil. Somos tratados como otários por essas operadoras. não a privatização de nada no Brasil.