Empresa de telecom do Japão usará 5G em comunicação entre carros

Parceria entre a NTT DoCoMo e a empresa Continental é anunciada como uma curiosidade àqueles que esperam pela rede de quinta geração.


5G para lá, 5G para cá… Muito tem se falado sobre a tecnologia de internet de quinta geração ao redor do mundo e as expectativas positivas sobre o assunto. Nesta última quarta-feira (5), o tema trouxe uma novidade que reuniu uma empresa de telecomunicação e uma fabricante de peças automotivas. A promessa? Presença do 5G até mesmo em carros.

A parceria envolve a NTT DoCoMo, principal empresa de telefonia celular do Japão, com uma das principais marcas do setor automobilístico, a alemã Continental. Ambas agora pretendem pesquisar e desenvolver a tecnologia de internet 5G para uma possível comunicação entre veículos e redes celulares.

Durante dois eventos que aconteceram no Japão na semana passada, as empresas apresentaram um protótipo da tecnologia, o V2X, que utiliza comunicação sem fio com qualidade de transmissão e velocidade ao transmitir os dados wireless. Para a Continental, os tempos de resposta rápidos virão “das redes celulares do futuro”.

Comunicação entre as pessoas no celular? É imprescindível. Mas a ideia dessas duas companhias, e uma delas inclusive com foco em telefonia móvel, é utilizar a internet 5G para melhorar a comunicação até mesmo entre os carros na estrada, com possibilidade de captar dados para o apoio na condução automática, acesso a mapas de alta definição, entre outros benefícios.

Embora o tema gere inúmeras curiosidades ao redor do mundo, a verdade é que, no Brasil, o 5G ainda tem uma longa estrada pela frente. Entre as operadoras brasileiras, muito ainda há que melhorar no 3G e 4G, embora TIMVivo e Claro já tenham anunciado os primeiros passos ao avanço da tecnologia, com a implantação de uma rede intermediária entre 4G e 5G.

LEIA TAMBÉM:


About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários