sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Cobertura com biosites da TIM será ampliada no Paraná

O que você achou? 
Estado já tem 59 modelos sustentáveis com antenas da TIM, mas expectativa é chegar a mais de 100 biosites em 2018.

Adiantando os planos para 2018, a TIM anuncia a ampliação de biosites e seu Projeto de Cobertura Sustentável no estado do Paraná. Os biosites nada mais são do que postes metálicos com Estações Rádio-Base – ERBs sustentáveis criadas pela TIM, com a intenção de substituir os postes atuais que afetam a paisagem urbana das cidades.

Atualmente, já há 59 biosites no estado do Paraná, mas ao longo de 2018 serão implantados mais 107. Conforme anunciou recentemente, um dos principais objetivos da operadora para o ano que vem é instalar centenas de biosites ao redor do Brasil – 500 deles, aliás, em São Paulo.


O modelo camufla as antenas de rede e, com isso, não só melhora os serviços de dados e voz com novas instalações, mas também elimina o impacto visual e pode ser utilizado inclusive como alternativa para a iluminação pública ou até mesmo câmeras de vigilância.

O que é feito em cada estado e cada região depende também das administrações municipais e companhias de energia, que podem fechar uma parceria com a TIM para aproveitar seus biosites.

Apesar da expectativa da expansão da tecnologia estar sendo popularizada somente agora, a cidade de Curitiba, no Paraná, foi a primeira a receber o biosite da TIM, no bairro Água Verde, já no ano de 2014.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário