quarta-feira, 4 de março de 2015

Telefônica/Vivo deve usar publicidade para liberar internet

O que você achou? 
Diretor da companhia disse que serviço deve começar a funcionar em breve, mas não revelou em quais lugares.



Durante a Mobile World Congress (MWC), o Grupo Telefônica (controlador da Vivo no Brasil) apresentou um novo tipo de projeto que pode beneficiar principalmente países emergentes, com muitas pessoas que não podem pagar por pacotes de internet. A ideia é apresentar uma propaganda ou fazer com que o cliente participe de uma rápida pesquisa, e em troca, liberar uma determinada franquia de internet para ele utilizar.

Algumas operadoras de telefonia europeias já oferecem a possibilidade de enviar mensagens de texto gratuitas para queles clientes que aceitam receber SMS de ofertas da empresa e de seus parceiros.

Segundo Daniel Rosen, diretor mundial de publicidade da Telefônica, a ideia é cobrir os custos da companhia com o serviço de internet, sem tirar mais dinheiro do bolso do consumidor, apenas por meio de grandes acordos publicitários. Ele diz ainda que o modelo de acesso pode ser útil também para aquele consumidor que viu seu limite de dados esgotar, mas não está disposto a pagar mais para continuar navegando - o que nos faz lembrar toda a polêmica com o fim da velocidade reduzida aqui no Brasil. Seria simples: acabou o pacote? O cliente assiste, lê ou vê a imagem de uma publicidade e ganha mais um pouco de franquia para navegar.

Chamada Patrocinada

Hoje, a Vivo já possui um serviço de recompensas para quem escuta uma propaganda, no caso a recompensa é para falar mais. Trata-se do serviço "Vivo Chamada Patrocinada". O cliente liga para *4040, ouve um anúncio de até 30 segundos e ganha 1 minuto de ligação para falar com qualquer Vivo ou telefone fixo do país.

Será que os consumidores estarão dispostos a entrar nessa onda publicitária?

2 comentários: