24/07/2024

MCom levará acesso à internet para mais de 10.400 escolas do Maranhão

Objetivo é fazer com que conexão chegue para toda a população, principalmente em áreas de maior vulnerabilidade social.

Durante a abertura da reunião do Grupo de Trabalho em Economia Digital do G20, em São Luís (MA), nesta terça-feira (11), o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, anunciou que vai levar internet para as 10.471 escolas de ensino básico do Maranhão. Ele contou que todas as unidades educacionais terão conexão e Wi-Fi até 2026.

(Foto: Kayo Sousa/MCom)

Para as escolas que não possuem acesso a energia elétrica ou que possuem somente acesso à energia elétrica de gerador fóssil, será viabilizada a conexão com a rede pública de energia ou disponibilizados geradores elétricos fotovoltaicos. O objetivo é que o acesso à internet chegue para toda a população, principalmente em áreas de maior vulnerabilidade social.

Juscelino contou que o acesso à internet na educação tem feito diferença nas sala de aulas para os alunos e também para os professores.

“O presidente Lula sempre tem dito que quer ver um aluno da escola pública ter a mesma educação que um aluno que pode pagar uma escola privada. Eu fui conhecer o projeto-piloto e olhei como a banda larga está fazendo a diferença na sala de aula para os alunos. Eu vi a aplicação que está sendo feita, por meio de uma plataforma, na qual a professora dá atividade para complementar o conteúdo pedagógico que foi dado”, disse o ministro.

A internet nas escolas será fornecida tanto por infraestrutura de fibra óptica, satélite ou outro serviço disponível para prover um equipamento de qualidade para as unidades de ensino e está da Estratégia Nacional de Escolas Conectadas (Enec), coordenada pelos ministérios das Comunicações e da Educação.

O Escolas Conectadas articula políticas de conectividade de escolas. Em todo país, serão 138,3 mil escolas atendidas com o objetivo de aprimorar o uso pedagógico de tecnologias digitais com investimentos de mais de R$ 8,8 bilhões.

Para isso, o governo conta com políticas como o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust), Programa Aprender Conectado, Lei de Conectividade (Lei 14.172/2021), Wi-Fi Brasil, Programas Norte e Nordeste Conectados, Política de Inovação Educação Conectada (PIEC), Programa Banda Larga nas Escolas Públicas Urbanas (PBLE) e Programa de Atendimento de Escolas Rurais.

No Maranhão, a conectividade em todos os municípios será impulsionada pelas obras do Novo PAC, com a expansão do 4G em 199 localidade, a implementação do 5G em 210 localidades e em 216 sedes municipais; e cabos de fibra óptica (backhaul) implantados em 49 municípios.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários