05/04/2024

Novo PAC vai destinar mais de R$ 800 milhões para modernizar os Correios

Governo Federal pretende modernizar e revilizar os Correios através dos novos fundos do Promagrama de Aceleração.

O novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) está programado para alocar uma quantia significativa de recursos, especificamente R$ 854 milhões, com o objetivo principal de revitalizar e modernizar a infraestrutura logística dos Correios em todo o território nacional.

Correios

Esta iniciativa compreenderá tanto a aquisição de sistemas automatizados de triagem de correspondências quanto a construção de centros de serviços postais em áreas estratégicas em todo o Brasil. O propósito é otimizar e aprimorar a eficiência dos serviços oferecidos pela entidade que opera sob a alçada do Ministério das Comunicações (MCom).

O Ministro das Comunicações, Juscelino Filho, ressaltou a importância desse investimento como um passo fundamental para modernizar, valorizar e fortalecer a instituição dos Correios.

Ele destacou que o presidente Lula tomou a decisão de retirar os Correios do Programa Nacional de Desestatização, enfatizando o papel crucial que a empresa desempenha na promoção da cidadania. Com a injeção de recursos e um compromisso firme, a meta é restaurar a função social dos Correios e elevar a qualidade dos serviços que eles oferecem à população. Este investimento é, portanto, um passo significativo em direção à melhoria dos serviços postais e à promoção do bem-estar dos cidadãos em todo o país.

“O presidente Lula tirou os Correios do Programa Nacional de Desestatização, reforçando o papel fundamental que a empresa exerce na oferta de cidadania. Com investimento e muito trabalho, vamos resgatar o seu papel social e melhorar a qualidade dos serviços prestados”.

Será alocado um montante significativo de recursos financeiros, no valor total de R$ 856 milhões, para a realização de melhorias substanciais na infraestrutura dos Correios, visando otimizar o processamento de objetos postais, tanto de âmbito nacional quanto internacional. Dentro desse investimento, R$ 380 milhões serão direcionados especificamente para a construção de cinco Centros de Serviços Postais. A principal finalidade desses centros é expandir a capacidade de processamento, classificação e encaminhamento de itens postais, abrangendo tanto aqueles de origem nacional como internacional.

Adicionalmente, uma parcela de R$ 476 milhões será direcionada para a implementação de um total de 10 novos sistemas automatizados de triagem de encomendas. Esse investimento é parte de um esforço para modernizar o Parque Logístico Nacional dos Correios, que desempenha um papel fundamental na eficiente distribuição de itens postais em todo o país. A adoção de tecnologias avançadas de triagem automatizada permitirá uma gestão mais eficaz e ágil dos volumes crescentes de encomendas, atendendo assim às demandas de um mercado em constante expansão.

A conclusão de todas essas melhorias infraestruturais está prevista para ser alcançada até o ano de 2026. Com a implementação dessas mudanças, a capacidade de processamento tanto de cartas quanto de encomendas, em âmbito nacional e internacional, será substancialmente ampliada. Isso, por sua vez, resultará em entregas mais rápidas e eficientes, mantendo uma elevada qualidade de serviço ao menor custo possível.

Além dos benefícios operacionais, esses investimentos permitirão que os Correios se tornem mais competitivos no mercado. Ao aprimorar sua capacidade de atender às demandas do público de maneira eficaz, a empresa fortalecerá seu papel estratégico na execução de políticas públicas e no fornecimento de acesso à cidadania. Portanto, essas melhorias não só aprimorarão a infraestrutura dos Correios, mas também contribuirão para seu papel crucial na sociedade.

ViaMCom

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários