09/04/2024

Unifique está reorganizando datas para liberação do serviço de 5G

Operadora lançou um comunicado oficial sobre a liberação do serviço de internet de quinta geração, o 5G, no Brasil.

A empresa Unifique, sediada em Santa Catarina, está reavaliando as datas em que o 5G estará disponível para uso comercial. Segundo Guilherme Galvão Villani, Gerente de Relações com Investidores da Unifique, que compartilhou essa informação durante uma conferência com analistas financeiros em 10 de agosto, a expectativa atual é que o serviço seja lançado no final deste ano.

5G

Essa nova data representa um atraso em relação à previsão anterior, que era disponibilizar o serviço de rede móvel 5G em junho. Atualmente, cerca de 500 funcionários da Unifique estão realizando testes na rede dentro da área de cobertura da operadora, que abrange Santa Catarina e Rio Grande do Sul. É importante notar que essa rede de testes foi estabelecida em colaboração com uma grande operadora nacional.

Agora, a Unifique planeja lançar o serviço comercial do 5G utilizando a infraestrutura de rede de uma operadora maior, e isso deve ocorrer “em novembro ou dezembro”, conforme declarado.

Ele explicou que a empresa Unifique tem a obrigação de iniciar a prestação de serviços relacionados ao edital do 5G até o ano de 2026. Até que esse período chegue, a empresa tem a opção de utilizar a infraestrutura das principais operadoras de telecomunicações do país.

Para atingir esse objetivo, a Unifique planeja utilizar as Ofertas de Referência no Atacado (ORPAs), que foram estipuladas como medida corretiva na aquisição da Oi Móvel pelas empresas Claro, Tim e Vivo. As ORPAs exigem que essas empresas negociem com novas entrantes do mercado, permitindo o compartilhamento de suas redes móveis e estabelecendo acordos de roaming até o final de 2026.

O executivo também mencionou que a Unifique adquiriu antenas de diferentes fabricantes, as quais estão sendo gradualmente entregues no Brasil. Uma vez no país, essas antenas serão instaladas em cidades que ainda não possuem infraestrutura de rede de quinta geração (5G). Essa instalação tem como objetivo avaliar a demanda pelo serviço nessas regiões e analisar se os benefícios superam os custos associados à implementação de uma rede própria. Dependendo dos resultados obtidos, a Unifique poderá acelerar o processo de implantação no próximo ano.

No que diz respeito ao núcleo central e ao desenvolvimento interno dos sistemas de suporte operacional (OSS) e sistemas de suporte a negócios (BSS) na Unifique, é importante notar que a empresa tomou algumas medidas estratégicas.

Primeiramente, é relevante destacar que a Unifique adquiriu o núcleo central da rede móvel 5G da fabricante chinesa ZTE. Esse núcleo é uma parte fundamental da infraestrutura de rede e desempenha um papel essencial no funcionamento da tecnologia 5G. Para adquirir esse componente, a Unifique investiu um montante significativo de US$ 5 milhões. Atualmente, o núcleo da rede está instalado e passando por uma fase de configuração para se integrar adequadamente com as redes de outras operadoras.

Em relação às plataformas de sistemas de suporte operacional (OSS) e sistemas de suporte a negócios (BSS), a Unifique optou por uma abordagem interna. A empresa montou uma equipe composta por profissionais especializados, os quais estão trabalhando no desenvolvimento completo do software necessário para essas plataformas. Os sistemas de suporte operacional (OSS) são responsáveis por funções técnicas como gerenciamento de rede e manutenção, enquanto os sistemas de suporte a negócios (BSS) lidam com processos como cobrança de usuários, pagamentos e suporte geral às atividades comerciais.

Portanto, a Unifique tomou a decisão estratégica de adquirir o núcleo central da rede 5G da ZTE e está investindo recursos substanciais nesse componente crucial. Além disso, a empresa está focada em desenvolver internamente as plataformas de sistemas de suporte operacional e sistemas de suporte a negócios, utilizando uma equipe de profissionais dedicados para garantir a funcionalidade e eficiência desses sistemas essenciais para suas operações.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários