21/02/2024

Segurança: Receita Federal faz alerta sobre ‘Golpe do Imposto de Renda’

Na última semana do prazo de entrega o Imposto de Renda, a Receita Federal fez um alerta para golpes online sobre o assunto.

A Receita Federal emitiu um alerta sobre a presença de sites fraudulentos que se dedicam a aplicar golpes, prometendo antecipação da restituição do Imposto de Renda. Essas empresas se aproveitam da boa-fé das pessoas ao prometerem benefícios financeiros, visando obter dados pessoais das vítimas.

Imposto de renda

É importante ter ciência dos seguintes pontos:

  • Existem sites falsos que prometem a antecipação da restituição do Imposto de Renda, juntamente com supostas vantagens financeiras.
  • Em certos casos, esses sites solicitam o pagamento de taxas com o intuito de “agilizar” a antecipação.
  • Normalmente, esse tipo de golpe ocorre por meio de e-mails, SMS ou mensagens no WhatsApp.
  • A Receita Federal nunca envia comunicações eletrônicas contendo links ou pedidos de informações cadastrais ou fiscais.
  • Além de solicitar informações pessoais, as empresas fraudulentas também pedem documentos e dados fiscais das vítimas. Em determinadas situações, chegam a requerer o pagamento de taxas para supostamente “acelerar” a antecipação da restituição do Imposto de Renda.

Como funciona o “Golpe do Imposto de Renda”

O golpe geralmente tem início através de e-mails, mensagens de texto ou pelo aplicativo WhatsApp. Os golpistas se passam pelo governo federal, chegando a simular o design e a aparência da Receita Federal ou do Governo Federal. No conteúdo dessas mensagens, é oferecida a opção de antecipação de altos valores de restituição da Declaração do Imposto de Renda para o contribuinte.

Essas mensagens frequentemente contêm links para cadastro ou acesso a um sistema, supostamente para visualizar comprovantes de pagamento ou realizar saques. No entanto, a Receita Federal reforça que não envia comunicações eletrônicas contendo links ou solicitações de dados cadastrais ou fiscais.

Em 2023, a Receita Federal já recebeu mais de 26 milhões de declarações do Imposto de Renda de Pessoa Física. A expectativa é que até o dia 31 de maio sejam entregues um total de 39,5 milhões de declarações.

Conforme destacado pela Receita Federal, não há maneira de acelerar o processo de declaração do Imposto de Renda. Além disso, os valores são estabelecidos no momento da entrega da declaração e não sofrem alterações com base na data de recebimento.

De acordo com José Carlos da Fonseca, supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda da Receita Federal, fraudes desse tipo se aproveitam da confiança das pessoas e também de situações financeiras adversas. Embora possa parecer uma boa notícia adiantar os valores relacionados à restituição em uma situação complicada, na realidade, trata-se de uma informação falsa.

Quando receber tais comunicações, é recomendável ignorar o contato e bloquear o remetente, seja no WhatsApp ou por e-mail. Os cidadãos não devem acessar sites que não sejam os oficiais da Receita Federal e, ainda mais importante, não devem fornecer informações em domínios suspeitos.

O mesmo vale especialmente para quaisquer pagamentos relacionados ao Imposto de Renda, que não devem ser realizados a terceiros por meio de Pix ou qualquer outro meio de pagamento.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários