Vivo é responsabilizada por clonagem de chip

Vítima de golpe ganhará indenização da empresa de telefonia; entenda por qual razão a Vivo foi punida.

Divulgação Vivo
Imagem: Divulgação Vivo

O golpe já é um clássico, o criminoso clona o chip da vítima, rouba seu número e começa a pedir dinheiro “emprestado” para os contatos da linha. E como o número estava vinculado à operadora Vivo, a empresa foi punida.

Na ocasião, o golpista se passou pela irmã de uma das vítimas e pediu R$ 2.340 emprestado. Enganada, a consumidora fez a transferência. Quando a fraude foi constatada, tentou bloquear o chip com a operadora, mas teve transtorno no processo.


Após o bloqueio, o caminho mais óbvio foi o registro do boletim de ocorrência e depois a Justiça, que acatou os argumentos da cliente da Vivo.

A consideração é de que a empresa de telefonia tem responsabilidade no caso por ser, obviamente, a prestadora dos serviços.

Ficou destacado o fato de que a consumidora foi privada de seu número e passou por uma situação de constrangimento pessoal e comercial, humilhação e vergonha com todo o golpe que foi realizado.

Por isso, a Vivo terá que indenizar a vítima em um valor de R$ 4 mil, pois foi responsabilizada pela clonagem.

VIU ISSO?

–> Plano Vivo Selfie é criticado nas redes sociais

–> EXCLUSIVO: Falha na Vivo permitia contratação gratuita de planos

–> Vivo Fibra chega em mais nove cidades

Após decisões judiciais como essa, cabe a operadora também rever seus procedimentos de segurança para evitar que golpistas tenham tamanha facilidade na clonagem de um chip.

O caso foi levado para a Justiça pela equipe Luís Gustavo Nicoli Sociedade de Advogados.

Com informações de Rota Jurídica

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários