11/04/2024

Prodesp e Embratel levam internet via satélite para litoral de SP

Claro também coopera com a ação para assegurar o funcionamento de 2 antenas: uma no Instituto Verdescola e outra no Poupatempo Móvel.

Devido às fortes chuvas que atingiram o Litoral Norte de São Paulo, especialmente na cidade de São Sebastião, os serviços de telecomunicações ficaram fora do ar, deixando moradores e equipes de resgates sem comunicação. Desde então, operadoras e órgãos públicos iniciaram ações (internet via satélite) para ajudar no reestabelecimento dos serviços.

A mais recente é a parceria da Proesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo) e a Embratel para oferecer sinal de internet via satélite na região, para que a população possa emitir gratuitamente seus documentos no PoupaTempo Móvel que está estacionado em São Sebastião. Com a conexão, os moradores poderão ser atendidos e emitir novas vias de RG e CNH (Carteira Nacional de Habilitação) em prazo emergencial.

De acordo com Maria Teresa Lima, diretora-executiva da Embratel para Governo, “A Embratel está disponibilizando 50 Mbps de internet via satélite para a assistência social das pessoas atingidas pelos temporais”.

Segundo comunicado do Governo de São Paulo, a iniciativa ainda conta com a participação da Claro, que garante o funcionamento de duas antenas de internet via satélite: uma instalada no Instituto Verdescola e outra na carreta do Poupatempo Móvel. Além disso, a infraestrutura possibilita o acesso a redes móveis e serviços de telefonia da Claro.

Gileno Gurjão Barreto, presidente da Prodesp, afirma que desde a disponibilização da acarreta Poupatempo Móvel em São Sebastião, no dia 24, cerca de 2,5 mil atendimentos já foram realizados, sendo que foram concluídos mais de mil atendimentos de RG e CNH, tanto em mesa como em totens de autoatendimento.

Para receber atendimento da carreta do Poupatempo Móvel, os moradores podem comparecer na Rua Marginal, 44, Barra do Sahy (em frente ao ginásio do Instituto Verdescola). O serviço funciona todos os dias, inclusive sábados e domingos, das 10h às 17h.

Segundo últimos boletins, a tragédia no litoral norte de São Paulo, além de deixar cerca de 2.440 pessoas desalojados (deixaram suas casas, mas não necessitam de abrigo, ou seja, podem, por exemplo, podem estar com familiares e amigos, e desabrigados (estão em abrigos públicos ou privados), ainda deixou 64 mortes.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários