28/02/2024

MCom levará internet de alta velocidade para cidades da Região Norte

Técnicos do Ministério farão vistoria em mais de mil quilômetros de cabeamento de fibra óptica instalado no leito de rios brasileiros.

Na próxima semana, técnicos do Ministério das Comunicações (MCom), partindo de Manaus, irão percorrer 1.070 quilômetros de cabeamento de fibra óptica (backbone) instalado no leito de rios brasileiros, com o intuito de levar conexão de internet para 11 cidades do Norte do país.

O objetivo é realizar vistoria às instalações de toda infraestrutura da infovia, que compreende desde a caixa de ancoragem (que recebe o cabo subfluvial e conecta a fibra óptica à terra) até o contêiner onde fica hospedado o data center (espécie de central que irá distribuir a conexão ao município).

O MCom pretende levar internet de alta velocidade para o trecho entre Santarém (PA) e Manaus (AM), passando pelas cidades de Autazes (AM), Itacoatiara (AM), Urucurituba (AM), Parintins (AM), Juruti (PA), Terra Santa (PA), Oriximiná (PA), Óbidos (PA) e Curuá (PA).

Segundo o Ministério, a embarcação com os técnicos partirão de Manaus no próximo dia 08 (quarta-feira), chegando em Santarém (PA) em 18 de março. Ao todo, devem ser percorridos 1.130 km ao longo dos 11 dias.

Juscelino Filho, ministro das Comunicações, explica que será feito um inventário de todos os equipamentos, o que compreende tudo que foi comprado e investido, e assim incorporar todos os componentes ao patrimônio do MCom. Após esse trabalho de vistoria, “a estrutura será cedida às empresas participantes do consórcio que será responsável pela operação e manutenção da infovia”, esclarece o ministro das Comunicações.

O Poder Público, enquanto proprietário, poderá utilizar a Infovia sem ônus pela operação e manutenção, de forma a promover as políticas públicas de educação, pesquisa, saúde, defesa, entre outras.

A comitiva de vistoria conjunta será composta por técnicos do ministério, da EAD Seja Digital (entidade responsável pela implantação do cabeamento subfluvial), do Consórcio Aberto do Operador Neutro (que será o responsável pela manutenção da infraestrutura), e da RNP – Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (que administrará a infovia).

ViaMCom

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários