23/05/2024

HBO Max abre processo contra a Paramount por quebra de contrato; entenda

Warner Bros. Discovery acusa a South Park Digital Studios e a MTV Estúdios de Entretenimento (canal da Paramount) de conspiração.

A Paramount está sendo processada pela Warner Bros. Discovery por quebrar contrato referente aos direitos de transmissão exclusivos da série “South Park”, famoso desenho animado. Segundo a controladora do streaming HBO Max, a empresa não está cumprindo um contrato assinado em 2019 e que tem desviado conteúdo do desenho para o seu próprio serviço de streaming, a Paramount+.

“South Park” é uma série animada que satiriza situações e conceitos da sociedade com humor ácido. Ele é um dos programas mais antigos da história da TV, estando no ar há 26 anos.

Os direitos exclusivos de transmissão da série ‘South Park’ foram adquiridos pela HBO Max em 2019, em um acordo que duraria de 2020 a 2025, onde a empresa poderia disponibilizar os episódios apenas 24 horas após ir ao ar no Comedy Central, canal da Paramount.

Entretanto, em agosto de 2021, a Paramount realizou um outro contrato diretamente com os criadores do desenho animado, onde eles deveriam produzir uma série de especiais exclusiva para o seu streaming. No mesmo ano, a empresa, junto com a MTV, anunciou a estreia do especial “South Park: pós-Covid”, além de outros filmes da série.

Na percepção da Warner Bros. Discovery, isto se configura quebra de contrato, além de conspiração dos criadores, e na semana passada, protocolou uma ação judicial, pedindo mais de US$ 200 milhões em danos, sob o argumento de que a Paramount procurou “aproveitar-se injustamente da Warner HBO, quebrando seu contrato e roubando seu conteúdo”.

Segundo o conglomerado de mídia, a South Park ainda não informou sobre nenhum episódio extra da 24ª temporada na época, além de fornecer episódios a menos do que foi acordado. Com isso, a Warner acusa a South Park Digital Studios e a MTV Estúdios de Entretenimento (canal da Paramount) de conspiração.

Além disso, a HBO Max alega que a Paramount obteve lucros no streaming às suas custas, uma vez que Robert Bakish, CEO da empresa, relatou um aumento no número de assinantes após o lançamento dos filmes South Park The Streaming Wars (2021) e Streaming Wars Part 2 (2022), incluindo crescimento financeiro.

Em sua defesa, a Paramount falou ao Engadget que o processo é “sem mérito” e que, embora a Warner Bros. Discovery não esteja pagando as taxas de licenciamento dos episódios já entregues, ainda está honrando o contrato assinado.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários