22/07/2024

Wi-Fi 7: Intel e Broadcom testam a internet do futuro

Empresas dos Estados Unidos tem testado o Wi-Fi 7. Os resultados são bons e a certificação para o uso deve chegar em breve.

O futuro está próximo: Intel tem testado o Wi-Fi 7, que promete ser cinco vezes mais rápido que a tecnologia atual de internet banda larga, que é a que o consumidor médio tem em casa. A empresa estadunidense, junto com a Broadcom, que fabrica aparelhos eletrônicos, divulgaram testes da nova internet que é muito mais rápida. 

Intel Broadcom pelo Wi-Fi 7

O Wi-Fi 7 ainda não foi certificado para uso, mas a divulgação de um vídeo de testes feito pela Intel dá uma noção de como será a internet do amanhã. 

Foi possível chegar a uma velocidade de 5Gbps. Isso significa que é uma internet cinco vezes mais rápida que a internet atual, tem o dobro de comunicação com aparelhos do Wi-Fi 5 (que é o padrão mais recente) e é 2,5 vezes mais rápida que o Wi-Fi 6 E (uma versão mais avançada que o Wi-Fi 6, a mais recente tecnologia e que é usada hoje). 

A estimativa é que o Wi-Fi 7 esteja certificado no ano que vem, segundo a Intel e a Broadcom. 

Ambas empresas acreditam que essa novidade tecnológica vai funcionar de boa maneira com os serviços de realidade aumentada e com a realidade virtual, além do uso em streaming de resolução de 16K (o que há de popular hoje são as imagens em 4K). 

A promessas do Wi-Fi 7

Assim como o 5G apresenta melhor velocidade e uma usabilidade mais prática que as outras redes móveis, o Wi-Fi 7 também promete uma conexão sem fio mais estável e com menor tempo de espera entre um comando e outros, o que é conhecido como latência. 

Essa internet futura terá a possibilidade de um roteador tri-band nas frequências de onda de 2,4 GHz, 5GHz e 6HZ. Isso significa que mais aparelhos poderão se conectar ao mesmo tempo sem pesar a rede. 

Para o teste divulgado as empresas usaram um laptop com processador Intel Core i5 junto com o suporte de internet sem fio mais roteador da Broadcom. O resultado foi uma conexão estável e pouco tempo de atraso para transferência de dados.

ViaUOL
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários