21/07/2024

TIM afirma que está pronta para ligar o sinal 5G nas capitais brasileiras

Vice-presidente de tecnologia da TIM, Leonardo Capdeville, afirma que a operadora vai além da obrigação mínima determinada no edital.

Embora a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) tenha prorrogado o prazo em mais 60 dias para que as empresas ativassem o sinal do 5G nas capitais brasileiras, o vice-presidente de tecnologia da TIM, Leonardo Capdeville, afirmou nesta quarta-feira (8) a operadora já está pronta para lançar a tecnologia nas cidades.

A TIM já está com a infraestrutura do 5G standalone construída e pronta para a ativação em todas as capitais e que depende apenas do cronograma que deve ser estabelecido pela EAF para ligar a nova rede.

“No dia 15 tem uma reunião muito importante no Gaispi, onde a EAF [Siga Antenado] vai propor um cronograma de liberação de capitais. Nós vamos seguir esse cronograma, mas já estamos prontos para ativar o 5G em todas a capitais”, afirmou ao Tele.Síntese, em Campinas (SP).

Acontece que o 5G usa a frequência de 3,5 GHz, que provoca interferência em serviços de satélite, como as TVRO. Para evitar que ocorram essas interferências, as transmissões de TV devem fazer a migração da banda C para a banda Ku, sendo que o Siga Antenado distribuirá equipamentos de TV aberta transmitida por satélite (TVRO) para usuários da tecnologia que integram o Cadastro Único federal, pois a transmissão da TV aberta será desligada nesta frequência para uso do 5G.

Além disso, ainda será necessário a instalação de filtros em equipamentos FSS, usados em serviços profissionais de satélite, e como está concorrendo alta desses dispositivos no mercado, foi necessário o atraso do cronograma de liberação do espectro das capitais , que terão até o fim de agosto para finalizar o processo.

Segundo a TIM, esse é o motivo da operadora não ligar o sinal 5G nas capitais em julho. Capdeville afirma que não quer entregar a estratégia da empresa para a implantação da infraestrutura, mas diz que deve ir além da obrigação mínima. Conforme determina o edital, as empresas têm a obrigação de ativar uma antena 5G para cada 100 mil habitantes nesta fase inicial.

Embora não fale se a operadora irá lançar planos com maior franquia de dados ou serviços digitais exclusivos para os usuários 5G, os clientes pós-pagos com 4G e donos de celular 5G compatível já poderão usar a nova rede 5G no dia da ativação.

“Temos condições de identificar em nossa rede onde há concentração de smartphones 5G”, ressaltou.

2 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários