01/07/2022

EAF cria nome e mascote para campanha de migração das antenas parabólicas

Entrou no ar na segunda-feira, 6, o site da campanha com informações sobre a migração e os kits que serão distribuídos pelo Governo Federal.

A Entidade Administrativa da Faixa (EAF), que é responsável pela operacionalização dos compromissos referente à faixa de frequência 3,5 GHz, lançou uma marca que fará parte da comunicação do processo de migração das antenas parabólicas (TVRO) da banda C para a banda Ku. A entidade adotou oficialmente o nome “Siga Antenado”.

Além disso, também foi criado um mascote do projeto, chamado de “Anteninha”, cujo intuito é apresentar o programa e contribuir para o engajamento da população nas ações da EAF.

O site da Siga Antenado que entrou ao ar nesta segunda-feira (6), traz informações sobre o processo em que as pessoas deverão fazer a substituição de novos equipamentos, uma vez que a transmissão dos canais abertos de TV via satélite será desligada em breve. Com isso, para continuar tendo acesso à programação da TV aberta, será necessário a troca do seu equipamento para a nova parabólica digital.

No site também consta informações sobre os kits que as famílias beneficiárias de programas sociais do Governo Federal (Cadastro Único) receberão gratuitamente para a recepção de sinal de TV na banda Ku. Essas famílias também terão direito a instalação gratuita dos novos kits.

O CEO da Siga Antenado, Leandro Guerra, disse em comunicado que

“É fundamental a participação e a mobilização da população e das empresas do setor para a agilidade do processo de migração, mitigação e distribuição dos equipamentos. A Siga Antenado segue em contato com o mercado e está preparada para efetuar as instalações e cumprir os prazos estabelecidos pela Anatel. Nossa meta é acelerar a abertura do caminho para a chegada do 5G no país”.

A migração das parabólicas é fundamental para o cronograma do 5G, que será ativado pelas operadoras na frequência de 3,5 GHz, sendo que essa etapa é uma das principais motivações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ao aceitar o pedido da Gaispi, grupo responsável pela limpeza da faixa, de adiar por 60 dias o prazo de ativação da rede nas capitais brasileiras.

No dia 15 de junho, o Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi) irá se reunir, e a EAF deve apresentar uma proposta de cronograma para a desocupação da faixa nas capitais.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x