03/07/2022

Streaming aumenta arrecadação financeira da Globo em quase 50%

Globoplay aumentou a receita do conglomerado de mídia em 49% nos três primeiros meses do ano, em comparação ao mesmo período de 2021.

Enquanto alguns serviços de streaming estão apresentando problemas em sua base de assinantes, assim como tendo problemas em seu caixa e com o faturamento, outros estão tendo resultados muito positivos. É o caso da Globo que viu sua base de usuários crescer no primeiro trimestre deste ano e aumentar sua arrecadação financeira em quase 50%.

A empresa apresentou aos funcionários os resultados do Globoplay na semana passada por e-mail, sendo que detalhes do balanço serão divulgados em live interna que será realizada nesta segunda-feira (6). De acordo com o site Notícias da TV, a transmissão terá a presença de Ricardo Waddington, diretor dos Estúdios Globo, e Manuel Belmar, líder da área de Finanças, Jurídico e Infraestrutura.

Segundo documento que o site teve acesso, o serviço de streaming aumentou a receita da Globo em 49% entre janeiro e março, em comparação ao mesmo período de 2021. A adição de conteúdo latinos, como as novelas, conteúdos ao vivo, além do sucesso do Big Brother Brasil 22, são alguns dos motivos que explicam o crescimento acima da média em comparação ao registrado no mercado de streaming.

O que também reflete no crescimento da base de assinantes do Globoplay, que teve aumento de 11% nos três primeiros meses do ano, em relação ao mesmo período do ano passado. A base de usuários também cresceu pelo interesse em acompanhar 24 horas o que acontecia dentro da casa mais vigiada do Brasil.

O aumento de cliente pode ser notado nos valores da receita de conteúdo com programação e assinaturas da Globo, somando o dinheiro arrecadado com o Globoplay, vendas de programas ao exterior e dinheiro de assinatura na TV paga. Nessa categoria, a empresa arrecadou R$ 1,396 bilhão, representando um crescimento de 6% em relação a R$ 1,316 milhão de 2021.

“As adversidades destes últimos anos não nos impediram de avançar nos nossos processos de transformações. Os esforços realizados para atingirmos uma boa performance no ambiente digital, tanto em publicidade quanto no streaming, já dão resultados”, comenta Paulo Marinho, presidenta da Globo.

Receita líquida da Globo no 1T22

Entre janeiro e março deste ano, o conglomerado de mídia conseguiu receita de R$ 3,274 bilhões, representando um aumento de 13% em relação ao mesmo período do ano passado, onde arrecadou R$ 2,907 bilhões. Com o valor, a empresa teve lucro de R$ 367 milhões.

A receita publicitária da empresa obteve crescimento de 15% em um ano, saindo de R$ 1,473 bilhão em 2021 para R$ 1,689 bilhão. Além disso, a Globo também reduziu os custos e despesas para operação em 19% do ano passado para cá.

Nos primeiros meses deste ano, a empresa gastou R$ 2,663 bilhões para funcionar, ante R$ 3,296 na mesma faixa de 2021. Com isso, obteve lucro de R$ 367 milhões, já considerando os descontos de Ebitda, lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

Sem os descontos, o lucro sobe para R$ 611 milhões, representando maio para o período desde 2017. Para nível de comparação, na TV aberta, SBT e Record lucraram pouco mais de R$ 130 milhões em todo o ano de 2021.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x