Nova norma para serviço adicional de telefonia avança no Senado

Ideia é estimular a transparência nas relações de consumo.

Imagem: Rob Hampson/Unsplash

Nesta quarta-feira, 19, a Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT), do Senado, aprovou o Projeto de Lei nº 3.477/2019, que altera a Lei Geral de Telecomunicações (LGT) e exige uma assinatura presencial na contratação de Serviços de Valor Adicionado oferecidos pelas operadoras de telefonia.

A proposta é do senador Izalci Lucas (PSDB-DF), e agora segue para a Comissão de Fiscalização e Controle (CTFC).


Segundo o texto do projeto, os Serviços de Valor Adicionado incluem, por exemplo, antivírus, jogos e cursos de idiomas, podendo ser contratados por meio de mensagens de voz ou de texto.

Entretanto, diante de muitas reclamações dos consumidores sobre contratações de forma nebulosa, o senador pretende exigir das prestadoras de telefonia a assinatura presencial desses tipos de serviço em contrato impresso, inclusive com a emissão de uma fatura separada do serviço de telecomunicações.

Muitas vezes, esses serviços são contratados com um simples clique no celular, sem que o consumidor perceba no que se refere o serviço, argumenta Izalci.

VIU ISSO?

–> Cobranças indevidas por serviços que não tem interesse: até quando?

–> Lei do Amazonas proíbe SVA sem autorização do cliente

–> Projeto de Lei dá poder a Anatel para punir cobrança abusiva de SVA

“Com esta iniciativa, pretendemos coibir a cobrança indevida por Serviço de Valor Adicionado, muitas vezes contratado sem o conhecimento do consumidor (usuário). Assim, propomos a inversão do ônus da prova, cabendo à prestadora provar que o serviço foi prestado com a anuência do consumidor” diz o texto inicial da proposta.

A PL também prevê a ressarcimento em dobro ao consumidor que foi cobrado em quantia indevida por serviços adicionais.

Caso aprovada, a Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Com informações de Agência Senado.

COMPARTILHAR EM:

COMENTÁRIOS MAIS BEM AVALIADOS DO MÊS

55

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

é um chip degustação, esperava o que? rs
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

48

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

dados atualmente não são problemas para as grandes operadoras, e mesmo assim, mta gente não se sente satisfeito, pois a escolha depende de outros fatores tbm. Ex: Oi oferece pacotes gigantescos de dados e sinal ruim…outras não se sentem bem atendidos, ou enfrentam problemas diversos…esses dias o vivo easy prime deu um BO impedindo que fosse realizado chamadas, Claro Flex tem um plano maravilhoso e um aplicativo péssimo…todas tem prós e contras, e cada consumidor tem uma medida do que é mais importante pra si mesmo.
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

42

Consumidor presta queixa contra comercial de Vivo Fibra

Meu deus do céu. Esse povo tá chato demais. Essa geração mi-mi-mi tá um saco.
  • 20/06/2020 by Tauan Fontoura

36

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

A Tim só tem um pouco mais de vantagem no pré pago, devido ter Facebook Twitter e Messenger e whatsapp, agora se começar a regular uso, com certeza a Claro vai ser o melhor plano. Tenho e não troco por nenhuma.
  • 02/07/2020 by Roberto Ramos

36

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

O TIM Black e os planos controle também sofreram essas medidas. Isso vai fazer a Claro roubar os clientes da TIM.
  • 02/07/2020 by Jefferson Rodrigues

COMENTÁRIOS RECENTES DE TODO O SITE

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Carlos Barros

Contrato assinado em atendimento presencial com fatura em separado com o avanço da digitalização é retrocesso.

Cidade - UF
Ceará