Vivo e Google fazem parceria para facilitar o uso de tecnologias digitais na educação

No acordo, a operadora passou a inserir as soluções do Google for Education no portfólio e oferecerá suporte técnico por meio do Vivo Guru.

Nesta quarta-feira (02), a Vivo anunciou que fechou uma parceria com o Google para ampliar o atendimento digital no setor e passou a inserir as soluções do Google For Education em seu portfólio, com benefícios exclusivos.

O acordo promove o acesso de pequenas e médias instituições de ensino às ferramentas digitais da plataforma Google for Education, como Google Workspace for Education, Google Classroom, além dos Chromebooks educacionais.

Por meio da parceria, a Vivo Empresas irá oferecer o suporte técnico por meio do Vivo Guru, que inclui desde a instalação das aplicações nos equipamentos da instituição contratante, à consultoria de profissionais especializados em tecnologia, que passam a orientar os usuários na utilização de todo o potencial das soluções, bem como em outras questões técnicas.

O diretor de Marketing B2B da Vivo, Gabriel Domingos, explica que

“A tecnologia tem papel central na educação, promovendo a autonomia do estudante e do professor(a). Nesse sentido, é importante que os gestores das organizações escolares tenham acesso ao melhor da conectividade e tecnologia para garantir a qualidade do aprendizado em um modelo híbrido de ensino. Utilizaremos a capilaridade da Vivo e a liderança na oferta de Vivo fibra com internet de até 600 Mega, para levar as soluções do Google for Education para mais escolas, com todo o suporte e consultoria necessários”.

De acordo com Rodrigo Pimentel, head de Google for Education, alunos aprendem de formas distintas e os professores também têm diferentes métodos de ensino, o que deve ser levado em consideração na criação e aprimoramento de novas ferramentas.

LEIA TAMBÉM:

–> AWS irá receber o núcleo de rede 5G SA da Vivo

–> Após sanções, Apple Pay e Google Pay param de funcionar na Rússia

–> Vivo amplia portfólio de produtos 5G e inicia vendas do Moto Edge 30 Pro

“O nosso pacote de ferramentas do Google for Education funciona para uma ampla variedade de escolas, sempre incorporando feedbacks de educadores e estudantes para oferecer uma experiência de ensino e aprendizagem mais flexível e segura para a realidade de cada comunidade escolar”, afirma o executivo. “Sabemos dos desafios na aprendizagem e estamos cientes de que eles se intensificaram após a pandemia. No entanto, estamos otimistas sobre como a tecnologia pode ser uma propulsora de novas conexões e possibilidades para a comunidade de estudantes e professores no país”, explica Pimentel.

Sobre o Google for Education

O Google for Education oferece soluções que aceleram a digitalização de instituições de ensino, públicas ou privadas, regulamentadas pelo MEC, contribuindo para o modelo híbrido de educação no País – tendência que deve ser consolidada pós-pandemia.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (cetic.br), ligado ao Comitê Gestor da Internet no Brasil, cerca de 61% dos que formam entrevistado apontaram que uma das maiores dificuldade para as atividades escolares remotas durante a pandemia foi a falta de conhecimento dos professores para usar as tecnologias digitais.

Pensando nisso, a Vivo Empresas e o Google também desenvolveram um tutorial gratuito, composto de uma trilha formativa em vídeos apresentados por professoras especialistas em tecnologias educacionais que explicam, de forma simples, como utilizar cada uma das aplicações do pacote Google for Education. Os vídeos estão disponíveis no perfil da Vivo no Youtube.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x