Comissão Europeia aprova fusão da WarnerMedia e Discovery

Órgão executivo da União Europeia deu autorização para a criação da Warner Bros. Discovery, que pode ser finalizada em 2022; saiba detalhes.

A fusão entre a WarnerMedia e a Discovery está cada vez mais próxima de seu desfecho. Nesta quarta-feira (22), a Comissão Europeia, o órgão executivo da União Europeia, deu autorização antitruste incondicional para o acordo proposto para a criação da Warner Bros. Discovery.

Por meio de comunicado, o presidente e CEO da Discovery, David Zaslav, disse que “A aprovação da Comissão Europeia é um marco importante para a conclusão de nossa proposta de transação com a AT&T”.

Com isso, é previsto que a transação entre a WarnerMedia e Discovery aconteça em meados de 2022, embora ainda esteja sujeita à aprovação dos acionistas da Discovery e a condições adicionais de fechamento. Nenhuma aprovação é necessária pelos acionistas da AT&T.

“Hoje damos um passo importante mais perto da criação da Warner Bros. Discovery, uma empresa de entretenimento de primeira linha que será um dos investidores líderes mundiais em conteúdo premium e posicionada para servir aos consumidores com o que acreditamos ser a oferta de conteúdo mais completa em um telhado ”, acrescentou Zaslav.

Com isso, a mega fusão entre as empresas está chegando cada vez mais próximo do fim, uma vez que quando um órgão antitruste deu o aval para a transação, é esperado que outros também aprovem o processo.

LEIA TAMBÉM:

–> Membros do Congresso detonam fusão entre Discovery e WarnerMedia nos EUA

–> WarnerMedia e Discovery podem mudar o nome da HBO Max

–> WarnerMedia imita Netflix e lança jogo em seu serviço de streaming

Em maio, a Discovery revelou sua proposta de mega fusão com a WarnerMedia, com Zaslav para atuar como CEO da nova empresa. A T&T e Discovery combinando seus ativos de mídia e entretenimento em uma joint venture de mídia tem como objetivo reunir canais de TV como CNN, TBS, TNT, HGTV, Food Network e Discovery Channel, o estúdio de cinema Warner Bros. e serviços de streaming HBO Max e Discovery+.

Segundo os termos do acordo, que é estruturado como uma transação com todas as ações, a AT&T receberia US$ 43 bilhões em uma combinação de dinheiro, títulos de dívida e retenção de certas dívidas pela WarnerMedia, e os acionistas da AT&T receberiam ações representando 71% da nova empresa. Os acionistas da Discovery deteriam 29% da nova empresa.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x