InícioTV por AssinaturaHBO Max incluirá novelas e séries da Globo na América Latina e...

HBO Max incluirá novelas e séries da Globo na América Latina e Caribe

Plataforma irá exibir produções audiovisuais da emissora na região da América Latina e Caribe, com exceção do Brasil; saiba por que.

A WarnerMedia e a Globo fecharam acordo para incluir alguns conteúdos, como novelas e séries da emissora no serviço de streaming HBO Max até o final do ano. As produções serão transmitidas na plataforma na região da América Latina e Caribe, exceto no Brasil, uma vez que os conteúdos já são exclusivos da Globoplay.

Os primeiros títulos a serem integrados no HBO Max são grandes sucessos da Rede Globo, como A Dona do Pedaço (Dulce Ambición), Avenida Brasil, O Outro Lado do Paraíso (El Otro Lado del Paraiso), Fina Estampa e Verdades Secretas.

O acordo realizado entre as duas empresas também prevê a distribuição de séries, passando a fazer parte do catálogo de conteúdo do streaming da WarnerMedia produções como Todas as Mulheres do Mundo (Todas las Mujeres del Mundo), Assédio (Acoso), Sob Pressão (Bajo Pression), Amores Roubados (Amores Robados) e Os Dias Eram Assim (Los Días Eran Así).

A princípio, esses primeiros títulos serão disponibilizados para os assinantes da HBO Max no mercado latino-americano e caribenho até o final de 2021, sendo que novas inclusões estão sendo programadas para serem adicionadas no próximo ano.


LEIA TAMBÉM:

–> HBO Max e Netflix pretendem investir na dramaturgia brasileira

–> Apostas do Globoplay trazem resultados positivos para o Grupo Globo

–> WarnerMedia e Discovery podem mudar o nome da HBO Max

Sobre a HBO Max

A HBO Max é um serviço de vídeo sob demanda controlado pela WarnerMedia. O streaming foi lançado nos Estados Unidos em maio de 2020, enquanto que no Brasil e em mais 38 países da América Latina, chegou em junho deste ano, substituindo o HBO GO.

De acordo com levantamento mais recente da plataforma, entre julho e setembro de 2021, o número de usuários na América Latina aumentou 1,9 milhão, enquanto que houve queda de 1,8 milhão de assinantes nos Estados Unidos. Globalmente, o streaming tem 69,4 milhões de assinantes.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários