InícioDefesa do ConsumidorReclamações contra as operadoras caem 37% em julho

Reclamações contra as operadoras caem 37% em julho

Anatel registrou 100 mil queixas a menos do que no mesmo mês do ano passado.

Reclamações contra as operadoras caem 37% em julho

De acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o número de reclamações de consumidores dos serviços de telecomunicações caiu 37% em julho de 2021, quando comparado com o mesmo mês do ano passado. A divulgação foi feita pela Conexis Brasil Digital, que congrega as operadoras de telecom.

Em julho de 2020, a agência reguladora recebeu 273,1 mil reclamações, enquanto em julho deste ano o número caiu para 172,1 mil, uma diferença de 101,0 mil queixas. Quando comparado aos meses de julho dos últimos 4 anos, entre 2017 e 2020, essa queda foi de 35%.

A queda no mês passado vem seguindo a tendência dos últimos meses. Em junho a redução foi de 30,9%, em maio de 28,4% e em abril de 24,4%, em relação aos mesmos meses do ano passado.

Segundo Marcos Ferrari, presidente executivo da Conexis, essa queda é reflexo das medidas de autorregulação adotada pelo setor, como o Não Me Perturbe, por exemplo.

VEJA TAMBÉM:

–> Reclamações contra telemarketing sobem 76% nos primeiros quatro meses do ano

–> Oi lidera reclamações de consumidores em 21 estados brasileiros

–> Consumidores do Rio de Janeiro denunciam prática ilegal por parte das operadoras

“Mês após mês os dados mostram os efeitos dos investimentos feitos pelas prestadoras de telecomunicações. Esses investimentos podem ser ainda maiores com uma Reforma Tributária ampla, que reduza a carga de impostos do setor, e mudanças em leis que facilitem a instalação de antenas”, afirmou Ferrari.

Nos últimos 12 meses, todos os principais serviços tiveram redução no número de queixas na Anatel. A maior ocorreu na TV por assinatura (-51,2%), seguido da banda larga fixa (-40,6%) e telefonia móvel (-31,4%).

“Mesmo durante a pandemia, as empresas de telecom vêm empenhado esforços para manter a conectividade com qualidade, servindo de base nos negócios e empresas para a transformação digital, minimizando o impacto negativo da crise na economia”, completa a Conexis Brasil Digital.

Com informações de Assessoria de Imprensa Conexis Brasil Digital.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
CONTEUDO RELACIONADO
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários

MAIS POPULARES