Reclamações contra telemarketing sobem 76% nos primeiros quatro meses do ano

De acordo com dados compilados até abril, número de queixas cresceu quando comparado com 2020.

De acordo com balanço realizado pelo Procon-SP, o número de queixas registradas no cadastro “Não Me Ligue” subiu de 14.864 no primeiro quadrimestre do ano passado para 26.223 no mesmo período deste ano, uma alta de 76%.

Nos primeiros quatro meses de 2021, as chamadas mais reclamadas pelos consumidores vieram de empresas do setor de empréstimo ou crédito consignado, com quase 12 mil queixas.

Já o setor de telecomunicações aparece em quatro dos nove temas mais reclamados, ainda que conte com um sistema próprio de bloqueio de telemarketing chamado Não Me Perturbe.

Considerando dados registrados até o mês de abril, 2.586 reclamações foram sobre internet fixa ou móvel. Já consultas médicas e odontológicas registraram 2.286 protestos.

VEJA TAMBÉM:

–> ‘Não Me ligue’, do Procon-SP, agora inclui SMS e WhatsApp

–> ‘Não Me Perturbe’ já conta com 8 milhões de números cadastrados

–> Bancos aderem ao ‘Não me Perturbe’

Serviços e planos funerários vêm logo em seguida com 1.805 reclamos, na frente de abertura de contas e investimentos em bancos com 1.598 reclamações.

Convênios odontológicos e médicos (1.418) aparecem na frente de TV por assinatura (1.038), telefonia móvel (501) e, por fim, telefonia fixa (463). Outras 2.559 demandas trataram de temas diversos.

Para Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP, é de grande importância que o consumidor saiba que tem ferramentas para agir contra a prática de ligações de telemarketing indesejadas.

Segundo Capez, a prevenção pode ser feita ao acessar o site do Procon-SP e realizar o cadastro da linha telefônica para bloquear essas chamadas inoportunas.

Como remediação, caso o consumidor seja desrespeitado por alguma empresa que teimou ligar mesmo após o bloqueio, ele deve dar entrada em uma denúncia para que o Procon-SP possa punir os responsáveis.

Não me perturbe

A plataforma “Não Me Perturbe” existe desde 2019 e permite que consumidores cadastrem seus números de telefone fixo ou celular para que não recebam chamadas de telemarketing.

A ferramenta tem abrangência nacional e impede que empresas de telefonia, internet e TV paga realizem ligações para os números cadastrados.

Este mês, o serviço alcançou a marca de 8,1 milhões de números de telefone registrados.

Com informações de Convergência Digital

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários