18/06/2024

Pluto TV alcança receita bilionária (sem cobrar assinaturas)

Streaming 0800 já se tornou um ‘case de sucesso’ para as empresas que pretendem fugir do ‘duelo de gigantes’ entre Disney+, Netflix e outros.

Captura de Tela (Menu da Pluto TV)
Imagem: Captura de Tela (Menu da Pluto TV)

A Pluto TV, plataforma de streaming gratuita, superou expectativas. O serviço, que une IPTV e conteúdo de vídeo sob demanda, atingiu uma receita de US$ 1 bilhão entre abril e junho de 2021. O número surpreende até mesmos os executivos por trás da marca, que almejavam alcançar esse resultado apenas 2022.

O serviço já pode ser considerado um ‘case de sucesso’ entre as plataformas gratuitas que surgiram nos últimos meses. Afinal, é uma alternativa para escapar do grande ‘duelo de gigante’ que se tornou o mercado convencional de streaming, que sobrevive por meio das assinaturas mensais.

Atualmente, a corrida é liderada pelas gigantes Netflix, Disney+, HBO Max, Amazon Prime Video e parece ficar cada vez mais difícil para todos os players, que precisam lidar com as instabilidades do negócio e movimentações da concorrência.

A estratégia da Pluto TV, serviço comandado pela ViacomCBS, responsável por marcas como MTV, Nickelodeon e os estúdios Paramount, visa lucrar por meio da publicidade. Com isso, os consumidores do streaming não são cobrados pelo conteúdo que assistem e sequer precisam se cadastrar.

VEJA TAMBÉM:

–> Netflix: entenda os motivos por trás do aumento das assinaturas

–> Pluto TV e Guigo TV vão ganhar mais canais; conheça

–> Clientes da Casas Bahia ganham 3 meses grátis no Paramount+

É um modelo de negócio que pode abrir caminho para muitas empresas futuramente, visto que o mercado convencional fica cada vez mais concorrido e caro quando o assunto chega nos investimentos. Para competir em igualdade, as empresas precisam investir cada vez mais em conteúdo e marketing. A conta final chega para os consumidores.

Atualmente, a Pluto TV conta com 52 milhões de usuários espalhados pelos 25 países em que atuam. Nos lucros do grupo Viacom CBS, o serviço assume responsabilidade por um salto de 103% na receita.

Vale lembrar que a companhia também está na briga contra os gigantes por meio do Paramount+, sua plataforma de streaming com cobrança de assinaturas.

Com informações de Notícias da TV

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários