InícioTV por AssinaturaIPTV: Grande carga de aparelhos TV Box pirata é apreendida em Santos

IPTV: Grande carga de aparelhos TV Box pirata é apreendida em Santos

Quase 240 mil dispositivos já foram retidos somente neste ano.

IPTV: Grande carga de aparelhos TV Box piratas é apreendida em Santos

Na última terça-feira, 3 de agosto, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a Receita Federal do Brasil (RFP) apreenderam uma nova carga contendo aparelhos do tipo TV Box pirata. Ao todo, foram 20 mil dispositivos IPTV retidos.

Segundo os órgãos de fiscalização, a carga foi avaliada em R$ 12 milhões. Esses tipos de aparelho possuem softwares destinados a disponibilizar de forma ilegal e não autorizada o sinal de canais fechados da TV Paga.

Em junho, a Anatel e a Receita Federal já tinham apreendido uma outra carga de 40 mil TV Boxes irregulares. Os equipamentos estavam no interior de um contêiner suspeito, que tinha a carga identificada como modems de rede.

Também em junho, a Anatel criou um grupo de trabalho para investigar o funcionamento desses aparelhos. A ideia é identificar riscos à segurança e privacidade de usuários. A agência reguladora explica que o usuário de aparelhos TV Boxes corre o risco de ter os dados pessoais roubados, além de ser responsabilizado por contrabando.

VEJA TAMBÉM:

–> Entidade sugere norma para que provedores possam bloquear sites IPTV piratas

–> Vivo, Claro e Oi bloqueiam acesso de clientes ao ‘The Pirate Bay’

–> Vender IPTV pirata pode gerar multa acima de R$ 700 mil por obra violada

“O uso de aparelhos piratas ou adulterados, além de prejudicar o comércio legal de telecomunicações, pode trazer diversos riscos à segurança física e cibernética do consumidor. Além disso, ao adquirir um aparelho adulterado, o consumidor pode ser responsabilizado por contrabando e violação de direitos autorais”, afirmou a Anatel.

Segundo dados da Anatel, 239,9 mil aparelhos IPTV ilegal foram apreendidos neste ano, tendo um valor estimado de R$ 51,9 milhões. Além das caixinhas piratas, também foram retidos outros aparelhos sem homologação da agência, como 340,1 mil celulares, 322,1 carregadores e baterias, 225,7 equipamentos ópticos e 353,1 aparelhos de radiação restrita.

Com informações de Assessoria de Imprensa Anatel.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
CONTEUDO RELACIONADO
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários

MAIS POPULARES