Claro concentra maior número de frequências no Brasil

Em nova divulgação de dados realizada pela Anatel, operadora foi considerada em conjunto com a Nextel.

Divulgação Claro e Nextel
Imagem: Divulgação Claro e Nextel

Na última segunda-feira, 02, a Anatel divulgou a lista atualizada do somatório das larguras de faixas de frequência. É uma atualização para contemplar a Resolução 703/2018, que estabelece um limite máximo para cada operadora.

A Claro passou a ser considerada em conjunto com a Nextel, após a aquisição que movimentou o mercado de telecomunicações em 2019 e gerou, inclusive, questionamentos da concorrente TIM.


Um impasse que surgiu justamente pela alta concentração de radiofrequências que estaria em posse da operadora.

E não é por menos, após a compra, a Claro detém o maior número se formos levar em conta o total das faixas divulgadas. Entretanto, a operadora não extrapola os limites impostos pela agência.

Nas radiofrequências abaixo de 1 GHz, a prestadora segue em desvantagem apenas nos estados de Minas Gerais, Sergipe, Bahia, Paraná e Santa Catarina, regiões em que perde para TIM e Vivo.

Já nas faixas entre 1 GHz e 3 GHz, a Claro segue em absoluta vantagem contra todas as concorrentes e perde apenas para a TIM, no Mato Grosso do Sul.

VIU ISSO?

–> Compra da Nextel: Entenda a derrota da TIM contra a Claro

–> Identificação da Claro já aparece em celulares Nextel

–> Nextel já utiliza rede da Claro em roaming

São dados que já refletem o impacto da futura junção entre Nextel e Claro no mercado de telecomunicações.

Principalmente para os concorrentes, que poderão calcular seus próximos passos. Vivo e TIM, por exemplo, estudam a compra da Oi Móvel. Será que é uma estratégia eficaz para acompanhar a concorrente? Teremos que aguardar para ver.

Com informações de Anatel

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Jean Michel Skaleé

No PR da pra sentir uma leve diferença em cobertura, pelo menos no 3G, onde Tim e vivo utilizam a frequência 850mhz, mas não sei se eh por causa da frequência, mas entrega uma velocidade bem ruim (menos de 0,5mbps) e porque tb compartilha com o 2G. Entao acaba sendo bom pra voz/sms e ruim para dados, mas pega mais longe. Exemplo eh onde moro, nao tem antena da vivo mas pego sinal da torre mais próxima que fica a mais de 12km. Já a Claro 3G eh no 2100mhz e velocidade quase sempre superior a 5mbps, mas a cobertura… Leia mais »

Cidade - UF
Nova Santa Rosa-PR