Anatel lança selo de qualidade, inclusive para avaliar pequenos provedores

Coleta de dados do novo indicador começará a partir de janeiro de 2022.

Anatel lança selo de qualidade, inclusive para avaliar pequenos provedores

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou que pretende publicar a partir de 2023 os prometidos selos de qualidade para os serviços prestados pelas operadoras de telecom. Porém, a novidade não deve se limitar apenas às grandes empresas, mas também às Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs), como os provedores regionais de internet.

Nesta sexta-feira, 6 de agosto, a agência reguladora convidou as pequenas empresas a aderir ao Regulamento de Qualidade dos Serviços de Telecomunicações (RQUAL), aprovado pela Resolução nº 717/2019. As regras são obrigatórias para as operadoras Claro, Oi, TIM, Vivo e SKY, mas opcionais para as PPPs.

Segundo a Anatel, as empresas que aderirem de forma facultativa ao RQUAL terão a oportunidade de ganhar mais visibilidade no mercado, expondo os selos de qualidade dos serviços avaliados e ganhando maior competitividade no setor.

As empresas serão avaliadas pelos serviços prestados, tendo inclusive o recorte por município, estado ou nacionalmente. Elas receberão selos nas categorias A, B, C, D ou E, sendo que “A” representa a melhor referência de desempenho e “E” a pior.

VEJA TAMBÉM:

–> Anatel registra em 2021 o menor volume de reclamações desde 2015

–> Oi lidera reclamações de consumidores em 21 estados brasileiros

–> Anatel começa a entrevistar consumidores sobre a qualidade dos serviços de telecom

“O RQUAL uniformiza e atualiza as regras estabelecidas pelos regulamentos de qualidade dos serviços de telefonia fixa e móvel, banda larga e TV por Assinatura. O acompanhamento do tema ‘Qualidade’ passará do modelo de comando e controle – baseado no cumprimento das metas dos indicadores de qualidade e sancionamento – para um modelo de regulação responsiva, onde se entende que a dinâmica de selos e competição trará incentivos à melhoria contínua da qualidade dos serviços”, explica a agência.

As empresas interessadas têm até o dia 30 de agosto para manifestar a adesão, por meio de correspondência endereçada à Superintendência de Controle de Obrigações da Anatel. O início da coleta dos dados será a partir de janeiro de 2022.

Com informações de Assessoria de Imprensa Anatel.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários