Netflix quer ter mais um gasto milionário

‘Gigante do streaming’ gerou polêmica recentemente ao anunciar um reajuste para as suas assinaturas, mas já mira novos investimentos.

Arte de divulgação dos lançamentos mensais da Netflix. Imagem: Divulgação Twitter
Arte de divulgação dos lançamentos mensais da Netflix. Imagem: Divulgação Twitter

Ninguém segura a produção de conteúdo da Netflix! Mesmo que o momento atual seja para a empresa conseguir se sustentar melhor com base apenas em sua receita de assinantes, há interesse de fazer uma nova contratação, que certamente custará milhões para os cofres da empresa.

O novo alvo da ‘pioneira do streaming’ é o cineasta Christopher Nolan, indicado ao Oscar e famoso mundialmente por obras como a trilogia “Cavaleiro das Trevas (Batman)”, “A Origem”, “Interestelar”, “Dunkirk” e o recente “Tenet”. Além de ser uma aquisição provavelmente cara, o cineasta é conhecido também por fazer produções de orçamento alto.

Mas, é pouco provável que a empresa terá sucesso no seu atual objetivo. Em diversas entrevistas, o cineasta já demonstrou não ser fã da “explosão” das plataformas de streaming.

Seu maior manifesto ocorreu após a Warner Bros. decidir lançar seus filmes simultaneamente nos cinemas e streaming. O diretor, que realizou diversos longas com o estúdio, incluindo seu último, fez duras críticas ao serviço HBO Max e alegou que a pandemia era apenas uma desculpa para lucrar em curto-prazo.

VEJA TAMBÉM:

–> Netflix: entenda os motivos por trás do aumento das assinaturas

–> Netflix perde mais assinantes; o que aconteceu com a ‘gigante’?

–> HBO Max terá 17 estreias simultâneas com os cinemas

Isso significa que o cineasta gosta de fazer produções para as grandes telas dos cinemas. Inclusive já se mostrou um dos mais otimistas em relação ao período pós vacina, em que é previsto um ânimo nos lucros.

No entanto, o executivo Scott Stuber, da Netflix, não desanima nem mesmo com a possibilidade de levar um não. Para ele, o “ego” não é bem-vindo na indústria do cinema. É necessário aprender a levar o soco, cair e levantar. Studer alegou que vai fazer tudo o que puder para trabalhar com Nolan na Netflix.

De fato, a empresa tem um bom histórico no que se refere a contratação de grandes cineastas. Em 2019, Martin Scorsese chegou ao Oscar com “O Irlandês”, filme que realizou exclusivamente para a plataforma.

Com informações de Omelete

About Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários