Homem que voava de parapente bate contra antena de telefonia

Ele ficou preso na estrutura a 80 metros do chão durante 40 minutos.

Homem que voava de parapente bate contra antena de telefonia
Imagem: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Na tarde desta quinta-feira, 6 de maio, um homem de 35 anos de idade se chocou contra uma antena de telefonia móvel, enquanto voava de parapente.

Ele acabou ficando preso na estrutura a cerca de 80 metros do chão.

O acidente ocorreu na Serra da Moeda, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais.

O local é conhecido como “Topo do Mundo” e é muito frequentado por praticantes de esportes radicais.

VEJA TAMBÉM:

–> Homem morre após cair de torre de telefonia

–> Usuário de drogras causa tumulto ao tentar pular de torre da TIM

–> Torre de telefonia desaba sobre casa e deixa feridos no Pará

O parapente é uma modalidade de voo livre que utiliza uma estrutura flexível semelhante a um paraquedas.

O voo é dinâmico, com o piloto controlando a direção, desde que haja condições favoráveis de correntes de ar.

Aos policiais, o homem explicou que perdeu o controle durante uma tentativa de pouso e acabou batendo contra a estrutura.

Dois funcionários da empresa de telefonia presenciaram o acidente e tentaram resgatar a vítima, sem sucesso.

Foram eles que prestaram os primeiros socorros e mantiveram contato com a vítima até a chegada das unidades de resgate.

O homem só foi salvo com a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), após ficar 40 minutos preso entre as ferragens da torre.

A vítima estava consciente durante o resgate e foram utilizadas cordas, além de técnicas de descida guiada.

No chão, o homem passou por uma avaliação médica, o que foi constatado diversos ferimentos pelo corpo e a suspeita de ter fraturado uma das pernas.

Ele foi encaminhado de helicóptero para o Hospital João XXIII, na cidade de Belo Horizonte.

Vítima sendo resgatada por meio de cordas.
Vítima sendo resgatada por meio de cordas. Imagem: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Com informações de G1.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários