Facebook pode vir a cobrar usuários pela utilização da rede social

Queda de braço entre Apple e empresa de Mark Zuckerberg afeta diretamente os usuários.

Facebook pode vir a cobrar usuários pela utilização da rede social

Com o lançamento do sistema iOS 14.5, usuários de iPhone poderão ser cobrados caso não aceitem o termo de rastreamento dos aplicativos do Facebook ou Instagram.

A novidade é reflexo de uma queda de braço entre Facebook e Apple.

A empresa da maçã atualizou recentemente as regras da App Store e proibiu que aplicativos ofereçam incentivos financeiros ou prêmios pelo rastreamento de dados dos usuários.

Assim, ao atualizar o iPhone será necessário autorizar aqueles aplicativos que podem monitorar a atividade do dispositivo, aumentando assim a privacidade de usuários.

VEJA TAMBÉM:

–> Defensoria Pública entra no jogo para impedir novas regras do WhatsApp

–> ‘Facebook Pay’ começa a operar no Brasil

–> Procon-SP convoca reunião com Facebook para discutir novas regras do WhatsApp

Porém, isso afeta diretamente o funcionamento das campanhas de anúncio do Facebook, a principal fonte de renda da rede social.

A mudança pode provocar grandes prejuízos para a empresa de Mark Zuckerberg, uma vez que a falta de rastreamento tornaria as campanhas publicitárias menos efetivas.

Por isso, o Facebook e o Instagram estão incentivando os usuários do iOS a aceitaram a política de rastreamento, caso contrário poderá haver uma cobrança para o uso das redes sociais da empresa.

O texto apresentando aos usuários não fala explicitamente em taxas, mas que o aceite do rastreamento será possível manter o “serviço livre de cobranças”.

Mensagem apresentada aos usuários de iPhone na versão iOS 14.5. Imagem: Facebook

A mensagem aos usuários também afirma que se o usuário recusar o rastreamento eles continuarão a ver anúncios, mas eles serão menos relevantes.

Por outro lado, se ele aceitar, os anúncios continuarão a ser exibidos como já ocorre hoje em dia.

Vale lembrar que as regras da Apple também vedam que aplicativos tentem iludir ou forçar o usuário a aceitar o monitoramento.

Há quem diga que o “incentivo emocional” do Facebook poderia estar descumprindo essa regra.

A Apple afirma que aqueles que violarem os termos terão os aplicativos banidos da loja de aplicativos.

Com informações de Canaltech.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários