InícioInternet Banda LargaBrisanet faz captação de recursos para expandir rede de fibra óptica no...

Brisanet faz captação de recursos para expandir rede de fibra óptica no Nordeste

Operadora conseguiu boa nota de risco e passou a emitir títulos no mercado de capitais.

A Brisanet anunciou que conseguiu arrecadar um montante de R$ 500 milhões em sua estreia no mercado de capitais através da emissão de debêntures incentivadas.

De acordo com a operadora, colaborou com o sucesso da operação a nota de risco “Rating brA+” emitida pela agência Standard & Poor’s.

Com esses recursos disponíveis, a Brisanet agora pretende aumentar a sua rede de fibra óptica FTTH nos estados nordestinos Ceará, Alagoas e Rio Grande do Norte, lugares onde já tem presença.

Ao todo, são mais de 200 cidades atendidas espalhadas pelos estados já mencionados e também em Pernambuco e na Paraíba.

Até o final deste ano, a operadora espera começar a atender também no Piauí e em Sergipe. Hoje ela conta com uma base com mais de 670 mil assinantes nos locais onde já atua.

VEJA TAMBÉM:

–> Brisanet recebe selo de excelência em atendimento do ‘Reclame Aqui’

–> Brisanet já tem mais clientes de banda larga do que a TIM

–> Brisanet lança serviço de streaming de música

O que já é oferecido

No leque de produtos e serviços prestados atualmente pela Brisanet estão, além de internet banda larga por fibra óptica, planos de telefonia fixa, telefonia móvel, TV por assinatura e música via streaming.

A oferta móvel da Brisanet aluga a rede da Vivo, sendo portanto uma operadora virtual, com planos exclusivamente pré-pagos. A empresa de origem cearense atende tanto a pessoas físicas quanto a pessoas jurídicas.

O que são debêntures incentivadas

No mercado de investimentos, debêntures incentivadas são títulos de crédito privado emitidos por empresas para que elas possam custear suas operações.

Basicamente, quando você investe em uma debênture incentivada, está emprestando dinheiro para a empresa que a emitiu e em troca recebe uma remuneração na forma de juros ao final de um prazo preestabelecido.

Ao contrário dos produtos de renda fixa, que são garantidos pelo FGC, e dos títulos públicos emitidos pelo governo, que possuem garantia do Tesouro Nacional, as debêntures não contam com essas redes de segurança.

Cada emissor determina se vai ou não prestar algum tipo de garantia e qual vai ser ela.

CONTEUDO RELACIONADO
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários

MAIS POPULARES