Netflix perde um terço de participação no mercado de streaming dos EUA

Concorrência cada vez maior no setor pode explicar a queda da empresa entre 2020 e 2021.

Logotipo das plataformas de streaming em uma tela de tablet.
Imagem ilustrativa.

Segundo um levantamento realizado pela Ampere Analysis para o site The Wrap, a Netflix vem perdendo espaço no mercado de streaming dos Estados Unidos.

Os números mostram que a empresa perdeu 9% de sua fatia no ano passado, quando liderava com folga e detinha 29% do mercado, aparecendo agora com 20%.

Na segunda posição aparece o Amazon Prime Video, que também registrou uma queda de 21% para 16%, seguido pelo Hulu, com 13% do mercado.

Imagens: Ampere Analytics/The Wrap.

Apesar de a Netflix estar conquistando cada vez mais assinantes, o que pode ter feito a plataforma perder quase um terço de sua fatia no mercado foi a chegada de novos concorrentes no ano passado.

Entre eles, o HBO Max foi quem mais viu crescer sua participação entre 2020 e 2021, subindo de 3% para 12%. Isso faz da empresa, a quarta maior plataforma de streaming do país norte-americano.

Uma possível explicação para isso é que o HBO Max vem acrescentando cada vez mais títulos à sua plataforma e, com isso, vem atraindo mais assinantes, principalmente neste momento de isolamento social por conta da pandemia de Covid-19.

VIU ISSO?

–> Netflix e Disney+ disputam espaço com lançamentos

–> Netflix adota nova estratégia para bater de frente com o Globoplay

–> Netflix Brasil já tem mais assinantes que TV paga, dizem analistas

Por outro lado, mesmo apostando cada vez mais em produções originais, a Netflix vem perdendo uma parte de seu catálogo para seus novos concorrentes, como Disney+, HBO Max e Peacock.

Aliás, esta plataforma, pertencente à NBC Universal, estreou no ano passado e já aparece na sexta posição, com 5% do mercado.

Com a mesma porcentagem aparece a Apple TV, que viu sua participação crescer de 4% para 5% entre 2020 e 2021.

Apesar da queda, Netflix se mantém na liderança do mercado de streaming.

Já o Disney+, que no mês passado alcançou a marca de 100 milhões de assinantes, viu sua fatia no mercado cair de 12% para 11%, ocupando a quinta posição.

Segundo a Ampere Analysis, isso acontece porque, apesar do número expressivo de assinantes, a plataforma não tem muita força nos Estados Unidos, onde conta com 40 milhões de assinaturas.

Ainda assim, a previsão da Ampere Analysis é de que a Diney+ alcance a terceira posição no mercado internacional, ainda este ano.

Vale destacar que o HBO Max tem um espaço ainda maior de crescimento, pois em junho, irá ampliar sua participação, com o lançamento de sua plataforma na América Latina.

Com informações de The Wrap.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários