23/02/2024

Números de assinantes dos serviços de streaming; confira!

Segundo dados, a Disney+ tem perdido usuários, enquanto que plataformas como Paramount+ tem apresentado crescimento.

De acordo com a Forbes, a Paramount ganhou mais de 10 milhões de assinantes para suas marcas de streaming, cujo anúncio foi feito pela própria empresa na última quinta-feira (16). Já a Disney+ perdeu mais de dois milhões de clientes, enquanto que o ESPN e Hulu têm obtido ganhos lentos, mas constantes.

A Paramount, que compreende a Paramount+, Pluto TV, Showtime, Noggin e BET+, possui mais de 77 milhões de clientes, representando um aumento de 10,8 milhões em relação a setembro do ano passado. Somente o streaming tem cerca de 56 milhões de usuários, 9,9 milhões acima de setembro.

Em relação aos outros streamings, o portal afirma que a Netflix contabiliza 230,75 milhões de assinantes, 7,66 milhões mais que em setembro de 2022. A Disney+ contabiliza 161,8 milhões de usuários, representando uma queda de 2,4 milhões em comparação ao mês de setembro. O Hulu contabiliza 48 milhões de assinantes, crescendo 800 mil desde setembro, enquanto que a ESPN+ aumentou 600 mil, totalizando 24,9 milhões de usuários.

A Warner Bros. Discovery ainda não divulgou os números da HBO Max e Discovery+, assim como a Apple TV e o Amazon Prime Video.

De acordo com a Nielsen, 38,1% das TVs estavam sintonizadas no streaming em janeiro deste ano. 8,6% foi atribuído ao YouTube e YouTube Tv, 7,5% a Netflix, 3,5% ao Hulu, 2,9 ao Prime Video, 1,7% ao Disney+, 1,3% a HBO Max, 1% ao Peacock e 0,8% ao Pluto TV. Os 10,9% restantes foram de outras plataformas de streaming.

Na reportagem, a Forbes afirma que a Netflix pode ganhar mais usuários este ano, por causa da medida de impedir o compartilhamento de contas, pois segundo a plataforma, cerca de 100 milhões de casas compartilham senhas, que podem ser potenciais assinantes. Inclusive, a modalidade de pagamento extra para poder compartilhar perfis foi lançada no Canadá, Nova Zelândia, Portugal e Espanha. Além disso, será testada, em breve, nos Estados Unidos.

Já o negócio com a Warner Bros. Discovery encontra-se confuso, pois segundo o jornal The Wall Street, o plano de unir a HBO Max e o Discovery foi suspenso. Os executivos mudaram de rumo na tentativa de manter os cerca de 20 milhões de assinantes do aplicativo, que podem não querer pagar uma taxa mais alta pela nova plataforma, disseram fontes.

2 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários