Smartphones da ‘Samsung’ são os mais falsificados no mercado

Fabricante coreana é a maior vítima da pirataria, devido a grande circulação de réplicas dos seus dispositivos no mercado.

Samsung Galaxy S9
Imagem: Divulgação Samsung

Não é tão difícil saber qual fornecedor é a maior vítima das falsificações. Basta pegar o mercado mundial de smartphones e verificar quais são as empresas que lideram. É por isso que a Samsung continua como a fabricante mais ‘pirateada’ do momento.

Os dados que mostram a comercialização de aparelhos falsos refletem que 34% dos aparelhos copiam os modelos da coreana. Na sequência, quem surge é a Apple, visto que réplicas dos seus dispositivos representam uma fatia de 13% entre as falsificações.

Huawei e Xiaomi aparecem logo em seguida, com as posições seguintes, respectivamente com 8% e 7%. As marcas Honor e Oppo empatam com 5% na quinta posição. Populares no Brasil, os aparelhos da ASUS correspondem a 3% do mercado de falsificações.

O modelo campeão de falsificações é o Huawei P10, com 66.086 réplicas produzidas. Mas, se a chinesa foi tão copiada, como a Samsung atingiu o topo desse mercado? A equação é simples. A estratégia da coreana para dominar mercado é lançar diversos modelos, para todos os tipos de público. Assim sua popularidade só aumenta.

VIU ISSO?

–> Vendas do Fire Stick TV provam sucesso das ‘Streaming Box’

–> Modo anônimo funciona ou não? Violação pode custar R$ 28 bilhões para o Google

–> Globoplay inicia parceria com a Samsung

Outro que também foi muito copiado é o iPhone X, que teve 16.495 réplicas produzidas. O Galaxy S9+ vem na sequência, após obter 7.532 falsificações. Outro da Samsung que teve boa saída no “mercado pirata” foi o Galaxy Note 10+, com 7.532 unidades.

No caso da Huawei, os plagiadores aproveitam até mesmo modelos que estão ‘fora de estoque’ nas vendas da marca para faturar com a pirataria.

Os dados foram divulgados pelo Giz China, CNBeta e analisados pelo AnTuTu. O período fica entre março de 2021 e fevereiro de 2021.

Com informações de GizChina e CNBeta

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários