Netflix deve perder metade do catálogo com a chegada da HBO Max

Novo serviço de streaming vai deter com exclusividade filmes e séries da Warner Bros.

Mão aponta o controle para a TV com o símbolo da Netflix.
Imagem: reprodução.

A Netflix já perdeu quase oitenta produções de seu catálogo apenas neste mês, incluindo clássicos como O Poderoso Chefão, A Origem e A Casa de Cera. Até aí, não há muita novidade, já que é comum que alguns títulos sejam retirados mensalmente da plataforma quando os contratos expiram, por exemplo.

Mas a plataforma de streaming deve sofrer um baque ainda maior com a chegada de suas novas concorrentes, como a Paramount+ e HBO Max. Esta última, prevista para estrear no final de junho deste ano.

Isso porque a HBO Max irá deter com exclusividade títulos de filmes e séries da Warner Bros., New Line, DC, CNN, Cartoon Network, Looney Toones Cartoons, TNT, HBO, TBS, TruTV e Adult Swin. O grande problema disso, é que grande parte do catálogo da Netflix é composto, principalmente, por obras Warner.

VIU ISSO?

–> Netflix adota nova estratégia para bater de frente com o Globoplay

–> HBO Max pode chegar ao Brasil em 2021

–> Qualidade das séries do HBO Max é aposta para vencer Netflix

Por isso, entre os filmes que devem deixar de ser exibidos até o meio do ano pela Netflix, estão: Mulher-Maravilha, a Trilogia Matrix, Harry Potter, Liga da Justiça, Trilogia Batman: O Cavaleiros das Trevas, Invocação do Mal, O Senhor dos Anéis, e diversas outras.

Com o objetivo de não ficar para trás, a Netflix começou a postar em produções estrangeiras de diversas produtoras, enxergando nessa solução, uma maneira de reduzir os danos causados pelos lançamentos de suas concorrentes. Outra alternativa da plataforma de streaming para driblar o problema são suas produções originais, como Regaste, The Old Guard e Red Notice, que contam com grandes estrelas. Entre os atores escolhidos, Chris Hemsworth, Charlize Theron, Dwayne Johnson, Gal Gadot e Ryan Reynolds, que se destacam como protagonistas.

Uma outra prova de que a concorrência não será nada fácil para a Netflix, é que a Disney+ alcançou cerca de 100 milhões de assinantes em apenas 16 meses, total que representa quase metade do número de assinantes de sua concorrente.

Para se ter uma ideia do feito, a Netflix, que está no mercado de streaming há mais de uma década, atingiu a marca de 204 milhões de assinantes no final do ano passado.

Com informações de AdoroCinema.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários