InícioProjetos SociaisMCom doa computadores usados para escolas e assentamentos rurais

MCom doa computadores usados para escolas e assentamentos rurais

Projeto visa levar inclusão digital para alunos por meio do recondicionamento de equipamentos antes utilizados pela administração pública.

De acordo com o Ministério das Comunicações (MCom), o governo já entregou mais de 5,2 mil computadores usados para escolas públicas, bibliotecas, centros assistenciais, prefeituras e outros pontos de inclusão digital no Brasil.

Somente nesta semana, o MCom doou 60 computadores para escolas e outros 40 para assentamentos rurais no interior do estado do Rio Grande do Norte.


O projeto visa dar uma nova utilização para equipamentos usados e reformados, que não eram mais utilizados pela administração pública, promovendo assim a inclusão digital do país.

As escolas beneficiadas atendem mais de 1,1 mil estudantes do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, nas cidades potiguares de São Miguel do Gostoso, Serra Caiada e Taipu.

VIU ISSO?

–> Brasil passa a integrar programa internacional de inclusão digital

–> Fábio Faria promete 20 pontos 5G no Brasil até o final do ano

–> 46% do total de conectados no mundo ainda utilizam redes 2G e 3G

Cinco das seis escolas que receberam os computadores já possuem internet banda larga gratuita e via satélite, por meio do programa Wi-Fi Brasil, do Ministério das Comunicações.

Já os assentamentos são dos municípios rurais de Bento do Norte, Bodó e Ceará-Mirim, o que beneficia 260 famílias, além de um telecentro da cidade de Marcelino Vieira.

“O projeto do MCom leva inclusão digital, conectividade e cidadania. Nossa missão é acabar com o deserto digital que ainda existe em nosso país”, afirma o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

A recuperação dos computadores é feita por jovens de baixa renda que participam de cursos profissionalizantes dos Centros de Recondicionamento de Computadores (CRC’s), com carga horária entre 60 e 250 horas.

Os nove centros de reforma de computadores estão localizados nos estados do Ceará, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Os cursos são gratuitos e capacitam 13 mil jovens em situação de vulnerabilidade social.

“Isso demonstra a importância dessa iniciativa”, complementa Faria.

Desde o início do projeto, 124 cidades de 21 estados já foram beneficiadas com os equipamentos.

A expectativa é entregar 21 mil computadores até o final de 2022.

Com informações de Assessoria de Imprensa MCom.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários