HBO Max lança recurso de audiodescrição para pessoas com deficiência visual

A plataforma espera oferecer 6 mil horas de conteúdos com audiodescrição até 2023.

Logotipo do HBO Max e ao fundo, um grande catálogo de conteúdos.
Imagem: Divulgação.

Algumas produções do HBO Max agora contam com audiodescrição para pessoas com deficiência visual. O recurso serve para descrever o que está se passando na tela, traduzindo a imagem visual, e deixando o conteúdo muito mais acessível para esse público.

Isso porque a audiodescrição é importante para fornecer um contexto ainda maior sobre o que está sendo transmitido, e que muitas vezes pode não ficar tão evidente para quem apenas ouve os diálogos e a trilha sonora.

Atualmente, a opção está disponível apenas para o site e aplicativos móveis, que estão passando por melhorias relacionadas a acessibilidade. No entanto, o recurso ainda não vale para aplicativos de TV.

Entre as produções que já contam com o serviço de audiodescrição estão Euforia, His Dark Materials (Fonteira do Universo no Brasil), Generation, Batman vs Superman: A Origem da Justiça, Dunkirk, entre outras.

Outra novidade da plataforma de streaming é que ela também está lançando uma categoria de audiodescrição em destaque, no menu de navegação, para facilitar o acesso aos usuários.

VIU ISSO?

–> Qualidade das séries do HBO Max é aposta para vencer Netflix

–> AT&T se diz ‘otimista’ e ‘satisfeita’ com desempenho do HBO Max

–> Produção exclusiva do HBO Max chegará antes para brasileiros

A função de audiodescrição pode ser ativada pelo assinante do HBO Max nas configurações de legenda, na parte inferior do reprodutor de vídeo.

Imagem: WarnerMedia.

Por fim, o HBO Max também está realizando treinamentos com seus representantes de atendimento ao cliente sobre como oferecer suporte às pessoas com deficiência visual que assinam seu serviço de streaming.

Em comunicado realizado na última sexta-feira, 26, o presidente do American Council of the Blind (Conselho Americano de Cegos), Dan Spoone, comemorou as novidades.

Segundo ele, essas mudanças irão permitir que as pessoas com deficiência visual compartilhem igualmente com parentes e amigos a experiência de assistir filmes e televisão.

O lançamento segue um acordo de outubro do ano passado entre a WarnerMedia e integrantes de grupos de defesa de pessoas com deficiência visual.

O combinado previa, pelo menos, 1.500 horas de conteúdos com audiodescrição no HBO Max até o final de março deste ano. A expectativa é que esse número cresça para 6.000 horas até o final de março de 2023.

Como divulgado no mês passado pelo Minha Operadora, o HBO Max chega ao Brasil em junho deste ano, quando poderemos saber se o recurso também estará disponível por aqui.

Com informações de The Verge e SlashGear.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários