InícioDefesa do ConsumidorAssaltantes utilizando uniformes da Vivo invadem empresa

Assaltantes utilizando uniformes da Vivo invadem empresa

Criminosos utilizaram a desculpa de reinstalação de uma linha telefônica para roubar peças metálicas de alto valor agregado.

Imagem: Reprodução/TV Record

Um grupo de criminosos, utilizando uniformes de técnicos da Vivo, invadiram uma empresa de Guarulhos, em São Paulo.

Além do uniforme da operadora, os assaltantes também utilizavam um carro com adesivos da Vivo.


Os ladrões chegaram ao local com a desculpa de que precisavam reinstalar uma linha telefônica. Imagens mostram que eles chegaram a simular uma manutenção no poste.

A visita dos criminosos ocorreu dias depois da empresa solicitar a instalação de um telefone fixo.

VIU ISSO?

–> Polícia prende em flagrante homem roubando equipamentos de telecom

–> Homem utilizava nomes de autoridades para contratar TV paga

–> Sercomtel toma atitude para evitar roubo de cabos

Ao abrir a porta para os falsos técnicos, uma funcionária foi rendida e o grupo se dirigiu ao setor de produção, para roubar peças de metal de alto valor agregado, utilizado no setor de mineração.

Segundo uma reportagem da TV Record, o carro utilizado pelos criminosos foi roubado da Vivo no mesmo dia do assalto à empresa.

De acordo com o proprietário da empresa assaltada, cinco meses antes, uma outra filial sofreu o mesmo ataque e de forma parecida.

Nos dois assaltos, a empresa teve um prejuízo de cerca de R$ 800 mil.

O Minha Operadora entrou em contato com a Vivo, mas a empresa não quis comentar o crime.

Outros casos envolvendo a Vivo

Esta não é a primeira vez que criminosos utilizam uniformes da Vivo para participar de crimes.

Recentemente, em outubro de 2019, uma quadrilha foi presa em flagrante enquanto roubava fios de cobre em uma galeria subterrânea, em São Paulo.

Em 2017, uma dupla se passou por funcionários da operadora para assaltar moradores da cidade de Santos.

Para coibir esse tipo de crime, a Vivo e outras operadoras orientam que não enviam técnicos para as residências sem que o cliente tenha solicitado algum serviço.

Além disso, as empresas têm adotado a prática de informar os clientes por meio de aplicativos sobre a previsão de chegada do técnico e o status do atendimento solicitado.

Com informações de R7.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

2 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários