InícioEconomia e NegóciosApós C6 Bank, TIM busca parcerias para lançar carteira digital

Após C6 Bank, TIM busca parcerias para lançar carteira digital

Operadora também está interessada em oferecer seguros para clientes.

Nesta segunda-feira, 1º de março, durante live de apresentação do plano estratégico 2021 – 2023 da companhia, a TIM (TIMS3) anunciou que pretende expandir a oferta de serviços financeiros, como o lançamento de uma carteira digital e a oferta de seguros para clientes.

Como forma de expandir o valor e alavancar a base de usuários, a operadora tem entrado em novos ecossistemas por meio de parcerias com startups.

Desde março de 2020, a TIM possui uma parceria com o C6 Bank, que oferece benefícios para os clientes das duas empresas.

Na época, já era ventilado pelo CEO da TIM, Pietro Labriola, a possibilidade de oferecer uma carteira digital para os clientes pré-pagos, uma forma de oferecer produtos financeiros para aqueles usuários que não possuem contas em banco.


VIU ISSO?

–> TIM passa a ter o direito de participação acionária na C6 Bank

–> TIM levou 800 mil clientes para o C6 Bank em 3 meses

–> C6 Bank passa a oferecer débito automático para serviços de telecom

Na prática, o usuário poderia utilizar o saldo de recargas para adquirir produtos ou contratar serviços, sem precisar de um cartão de débito ou crédito.

Mais recentemente, em outubro passado, o executivo chegou a anunciar que as operadoras estão unidas para criar uma carteira digital baseada em uma plataforma única e compartilhada, mas sem revelar muitos detalhes.

Por outro lado, as operadoras rivais da TIM mantêm silêncio sobre o projeto conjunto.

Em recente teleconferência, a Vivo (VIVT3) chegou a afirmar o interesse em criar também uma carteira digital, mas não sinalizou que a ação seria em parceria com a TIM.

Seguros para clientes

Outra oportunidade financeira que a empresa espera aproveitar são os seguros.

Atualmente, a operadora já oferece o “TIM Protect”, que vende apólices para proteger os celulares dos usuários.

No entanto, não está claro se a ideia é ampliar este serviço ou ir para novas áreas, como seguros de vida, auto ou residencial.

Além do setor financeiro, a TIM também pretende aproveitar outras oportunidades no ensino à distância, telemedicina e entretenimento.

Porém, a companhia não revelou os nomes das empresas parceiras que oferecerão esses novos serviços.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários