Cloudflare é obrigado a bloquear dois servidores IPTV pirata

Apesar de não hospedar conteúdo de sites, o serviço é utilizado por criminosos para melhorar a performance de páginas ilegais.

A Justiça da Itália determinou que o Cloudflare bloqueie dois servidores de IPTV pirata que utilizam o serviço da empresa.

Apesar de não hospedar sites, o Cloudflare oferece um serviço de CDN (sigla para Content Delivery Network), que melhora o desempenho de páginas na internet, por meio do armazenamento de conteúdos em cache.

Ou seja, a empresa ajuda apenas na distribuição do conteúdo ilegal, sendo um serviço intermediário para o trafego de dados.

Porém, de acordo com o judiciário italiano, a empresa não tem adotado boas práticas para combater a pirataria.

VIU ISSO?

–> Telegram é processado por não combater a pirataria

–> Hackers estão extorquindo serviços de IPTV pirata

–> ‘The Mandalorian’ lidera ranking de títulos mais pirateados do ano

A Justiça local sustenta o entendimento que o Cloudflare facilita o acesso ilegal aos conteúdos protegidos por direitos autorais.

A ação foi movida pela Sky Itália e uma liga local de futebol, solicitando o bloqueio de dois servidores.

O Cloudflare afirmou ao Torrentfreak, que cumpre as ordens de bloqueio nas jurisdições relevantes.

Entretanto, o conteúdo ilegal continua disponível nos outros países que não houve intervenção judicial.

Com informações de Tecnoblog.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários