Anatel aprova reajuste de preços em chamadas para celular

Vivo é a concessionária de telefonia que terá o maior aumento no valor da tarifa.

Anatel aprovou reajuste de preços nas tarifas de interconexão da telefonia fixa.
Imagem: Julian Hochgesang/Unsplash

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou na última semana o reajuste de preços de referência das tarifas de interconexão nas ligações de telefones fixo para celular.

A mudança é válida na modalidade local. Ou seja, ligações entre telefones de um mesmo DDD.

Entre as operadoras de telefonia fixa, a Telefônica/Vivo é a empresa que apresenta o maior valor de reajuste, com alteração de +0,72%. Em seguida, aparecem Algar Telecom (+0,44%), Telemar/Oi (+0,24%), Oi (+0,13%) e Sercomtel (+0,13%).

O reajuste no valor vale a partir de 25 de fevereiro de 2021.

VIU ISSO?

–> Por que os DDDs não terminam com zero?

–> Anatel cria nova área local no nordeste

–> Anatel pretende adiar renovação de licenças de operadoras para 2028

Tarifas de interconexão

A Lei Geral de Telecomunicações determina a obrigatoriedade da interconexão entre as redes (fixas e móveis) das operadoras, para que os serviços de telefonia sejam prestados de forma isonômica e ordenada.

Com isso, a Anatel impõe que uma operadora móvel A que recebe uma chamada de usuário de uma operadora fixa B, esta operadora fixa (B) deve recompensar a móvel (A) pelo uso de suas redes, por exemplo.

Os valores de referência das tarifas de interconexão na telefonia fixa são regulados pela agência.

Com a mudança aprovada na última semana, os novos Valores de Comunicação (VC-1) das operadoras fixas são os seguintes:

OperadoraRegiões de atuaçãoVC-1
Telemar/OiI0,17555
OiII0,18086
Telefônica/VivoIII0,17735
Algar TelecomI, II, III0,19098
SercomtelII0,18121

Normalmente, esses valores pagos entre as empresas é utilizado para calcular a tarifa final que deverá ser paga pelo usuário, desde que estejam em acordo com as normas de proteção dos direitos dos consumidores.

Chamadas interurbanas

Desde março de 2020, a Anatel aprovou uma norma que estabelece a liberdade tarifária nas chamadas de longa distância nacional na telefonia fixa.

Isso significa que as empresas têm a liberdade para fazer o reajuste de preços de tarifas de interconexão em DDDs com mesma dezena (por exemplo, 11, 12, 13, etc.) e DDDs diferentes (11, 21, 31).

Segundo a Anatel, a medida visa aumentar a competitividade no setor e a manutenção do equilíbrio econômico-financeiro da concessão.

Os novos valores de referências para as chamadas interurbanas na telefonia fixa são os seguintes:

OperadoraVC-1VC-1 (horário reduzido)
Telemar/Oi0,175550,12288
Oi0,180860,1266
Telefônica/Vivo0,177350,12414
Algar Telecom0,190980,13368
Sercomtel0,181210,12684

Com informações de Anatel.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários