InícioProjetos SociaisProjeto de ‘usinas solares’ da Vivo avança

Projeto de ‘usinas solares’ da Vivo avança

Conheça a empresa escolhida para efetivar a construção de 16 usinas para a operadora da Telefônica.

Ilustração PxHere
Imagem: PxHere

Ao todo, 6.885 pontos de consumo da Vivo vão receber energia solar, com base em um projeto da operadora que prevê a construção de usinas.

Para fazer tudo acontecer, a companhia Helexia, do grupo francês Votalia, será a grande responsável após vencer a licitação.

São previstas 16 usinas solares, que vão somar 60 megawatts (MW). Prédios e lojas em Rondônia, Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo e Ceará vão se beneficiar.

A operação comercial deve ter início em fevereiro de 2022 e as obras terão início ainda em 2021.


VIU ISSO?

–> Algar Telecom inaugura a sua segunda usina solar

–> Unifique inaugura usina solar particular

–> SKY fecha parceria para criar novos produtos e serviços

O movimento, além de marcar um passo sustentável para a Vivo, é também a entrada de um player estrangeiro no país, a Helexia, no caso.

As concorrentes também investem e já contam com fontes de energia solar.

A Claro, por exemplo, já acumula 35 usinas disponíveis para seu próprio uso e a Oi afirma que já economizou R$ 400 milhões com o investimento.

Com informações de Valor Econômico

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop. E-mail: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários