Leilão 5G nos EUA ultrapassa US$ 70 bilhões

Negociação, inclusive, gerou impacto nas ações das operadoras envolvidas; veja o que esperar para o Brasil.

Ilustração Pixabay
Imagem: Ilustração Pixabay

O processo de venda das frequências para o 5G nos EUA já traz uma ideia de como a negociação pode ser agitada no cenário brasileiro.

No país, agora presidido por Joe Biden, o leilão já é considerado o “maior” da história nas telecomunicações e bateu o valor de US$ 78,5 bilhões.


Curiosamente, as operadoras envolvidas tiveram suas ações afetadas, a partir do valor que se propuseram pagar e do surgimento de “imprevistos”.

A Verizon, por exemplo, estimou investir US$ 15 bilhões no leilão, mas a probabilidade é que tenha depositado o dobro ou o triplo na “banda C”, aproximadamente US$ 45 bilhões.

Tal fato foi suficiente para valorizar as ações da operadora nos Estados Unidos, mesmo que alguns investidores temam uma “sobrecarga” no orçamento da tele.

Um analista explicou que os fluxos de caixa futuros serão desviados para quitar a dívida. Com isso, o retorno será menor.

VIU ISSO?

–> 5G deve acelerar retomada econômica pós-pandemia

–> Fábio Faria exclui Mourão das discussões sobre o 5G

–> Ministro das Comunicações convence operadoras sobre o 5G

ECONOMIZE! 💰 Compare os planos das operadoras de celular e escolha o mais vantajoso para você.

Já a AT&T provavelmente ficou em uma média de US$ 20 bilhões, valor também julgado como alto.

Ambas as empresas (BVMF: ATTB34 e BVMF: VERZ34), respectivamente, registram aumentos de 2,94% e 2,45% até o fechamento desta publicação.

Entre os analistas, a conversa é que a AT&T realmente precisa gastar até US$ 20 bilhões na banca C para acompanhar o ritmo de sua concorrente.

Os resultados do leilão devem ser divulgados em fevereiro ou março. Tudo indica que a Comcast e Charter Communications (ambas presentes nos negócios de TV por assinatura) também tiveram participações expressivas.

Atualmente, operadoras americanas como T-Mobile, Verizon e AT&T constroem redes 5G em bandas baixas, as altas são necessárias para impulsionar a velocidade.

Com informações de Investors

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários