Anatel quer levar banda larga para 91% dos domicílios até 2023

Em novo plano de gestão, agência pretende promover o acesso universal e ampliar a qualidade dos serviços de telecomunicações no país.

Na última semana, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou o seu Plano de Gestão Tático 2021-2022 (PGT) que, entre várias políticas públicas, prevê a ampliação do acesso à internet para 91% dos domicílios brasileiros até 2023.

O programa temático batizado de “Conecta Brasil” faz parte do Plano Plurianual da União (PPA), aprovado pela Lei nº 13.971/2019.

De acordo com o documento, em 2017, 74,68% dos domicílios do Brasil eram atendidos com o serviço de banda larga.

O projeto da Anatel também prevê metas regionais de universalização da internet para até 2023, conforme a seguir:

  • Sul: 92%
  • Sudeste: 95%
  • Centro-Oeste: 93%
  • Nordeste: 83%
  • Norte: 87%

VIU ISSO?

–> Anatel está com base de dados de backhaul de fibra desatualizado

–> Anatel publica normas de telecom para o suporte à segurança pública

–> Anatel recebe prêmio pela qualidade de atendimento ao cliente

O PGT visa nortear a Anatel e as ações do Governo Federal, tendo como base a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA).

O Plano inclui 14 metas anuais de desempenho administrativo, operacional e de fiscalização que a agência precisa atingir.

Entre as prioridades da agência também estão a ampliação da rede de transporte de alta capacidade (backhaul) em fibra óptica; licitação das frequências do 5G e definição de compromissos para aumentar a cobertura da conexão móvel de nova geração; bem como a melhoria geral dos serviços de telecomunicações.

Com informações de Anatel.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários