Início5GMCom quer maior revolução da década com 5G em 2021

MCom quer maior revolução da década com 5G em 2021

Em novo balanço, Ministério das Comunicações destacou também os avanços com a pauta do 5G.

Imagem: Fábio Faria, ministro das Comunicações - Divulgação Instagram
Imagem: Fábio Faria, ministro das Comunicações – Divulgação Instagram

Mesmo em um ano de pandemia e com atraso no leilão, o Ministério das Comunicações destacou os avanços no 5G brasileiro.

Em um balanço publicado no dia 30 de dezembro, última quarta-feira, outras questões também foram consideradas como o uso do Fust (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações) e até mesmo os avanços da TV digital.

Na conectividade de quinta geração, o destaque foi para a publicação das regras do leilão.

Afinal, são elas que vão garantir a cobertura da rede em cidades, vilas, áreas rurais e urbanas isoladas com população superior a 600 habitantes, além de rodovias federais.


VIU ISSO?

–> Huawei já conquistou 60% do mercado europeu de 5G

–> Deputados querem ouvir chineses sobre a implantação do 5G no Brasil

–> Ministro das Comunicações convence operadoras sobre o 5G

Municípios que não são atendidos por uma infraestrutura eficiente de conexão serão atendidos por fibra óptica.

Em destaque, a previsão é que o ano de 2021 seja a maior revolução de telecomunicações da década.

Pois a conclusão do leilão de frequências para o 5G é aguardada para o fim do primeiro semestre do ano.

Após o processo, as operadoras poderão caminhar para dar início a uma nova era de conexão, com alta velocidade.

Com informações de ISTOÉ Brasil

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop. E-mail: [email protected]

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários