13/07/2024

Anatel antecipa cronograma para ampliação do 5G 

Grupo criado pela Anatel para gerir limpeza de faixa para utilização do 5G está adiantando o cronograma do trabalho.

A Entidade Administradora de Faixa (EAF), criada pela Anatel para facilitar a implementação do 5G no Brasil e desenvolver infraestruturas de telecomunicações, anunciou a liberação do sinal 5G nas últimas cidades da fase 5, previstas para junho de 2025.

Originalmente, o edital do leilão de 2021 previa a conclusão da disponibilização do 3,5 GHz até 1º de janeiro de 2026. Com a finalização no fim de 2024, haverá uma antecipação de um ano.

Vinícius Caram, superintendente da Anatel, destacou que o Brasil está avançado na implementação do 5G Standalone, além de outras cidades com 5G em 2,3 GHz e/ou tecnologia NSA.

“São 464 cidades com 5G Standalone e, além dessas, temos dezenas de outras cidades com 5G em 2,3GHz e/ou tecnologia NSA. São 25 milhões de brasileiros tendo acesso ao 5G. São 21 mil ERBs ativas, com o Brasil tendo pouco mais de 90 mil antenas”.

A partir de julho, a entidade iniciará o agendamento para as cidades da última fase da operação, dividindo o processo em seis etapas mensais até dezembro de 2024. A meta é atender mais de 5 milhões de famílias até o final do programa. A atualização das parabólicas visa liberar a faixa de 3.5 GHz para a implementação do 5G no país, conforme o edital do Leilão do 5G.

Leandro Guerra, presidente da EAF, destacou que a antecipação do cronograma demonstra o compromisso com as obrigações editalícias e a rápida liberação da faixa para as redes 5G, refletindo o progresso e impacto positivo alcançados.

“A antecipação do cronograma reflete nosso compromisso em atender às obrigações editalícias com a preocupação de proporcionar, o quanto antes, a limpeza da faixa frequência para ser utilizada pelas redes 5G. Estamos orgulhosos do progresso e do impacto positivo que temos alcançado”.

Em fevereiro deste ano, a entidade anunciou a conclusão antecipada da desocupação e mitigação das estações satelitais fixas profissionais (FSS), mais de dois anos antes do previsto. Esta é mais uma entrega realizada antecipadamente.

A Anatel planeja integrar o Norte Conectado a um corredor óptico ligando Brasil, Colômbia, Guiana, Guiana Francesa ou Praia do Futuro à Europa, aumentando a redundância e resiliência da rede na Amazônia e criando uma saída internacional de dados pelo Pacífico. Antes, é necessário concluir as infovias do Norte Conectado, que promovem transformação digital e inclusão na região.

A EAF instalou 3 milhões de kits de parabólicas digitais em lares de baixa renda em todo o Brasil. A instalação gratuita está disponível em 4.302 cidades, destacando a eficiência da EAF em seus dois anos de operação.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários