Dona da Vivo concretiza mega fusão

União da O2 com a Virgin Media é avaliada em R$ 221 bilhões.

A espanhola da Telefónica, controladora da Vivo no Brasil, e a britânica Liberty Global anunciaram que chegaram a um acordo sobre a fusão das suas subsidiárias O2 e Virgin Midia, no Reino Unido. O negócio é avaliado em US$ 38 bilhões (R$ 221,48 na cotação atual).

O acordo entre as duas companhias formará um joint-venture com 50% do capital detido por cada uma das sócias. A Telefónica receberá o pagamento de 2,5 bilhões de libras (R$ 18 bilhões) da Liberty Global, para equalização na participação acionária na empresa combinada.


A nova operadora juntará as operações móveis da O2, da Telefónica, com os serviços de banda larga fixa e TV por assinatura da Virgin Media, pertencente à Liberty Global.

A fusão deverá agregar os clientes das duas empresas, somando 46,5 milhões de acessos em telefonia, banda larga fixa e TV Paga, se tornando a maior operadora do Reino Unido, superando a British Telecom.

A expectativa é de que a nova empresa invista 10 bilhões de libras (R$ 72 bilhões) no Reino Unido nos próximos cinco anos.

Esta é a maior transação comercial anunciada no Reino Unido nos últimos cinco anos. Entretanto, o negócio ainda requer aprovação regulatória. A efetivação do acordo só deve ocorrer em 2021.

VIU ISSO?

–> Empresa desiste de comprar operações da Telefónica na Costa Rica

–> Mesmo com pandemia, Vivo mantém crescimento em fibra e TV paga

–> Venda da Oi Móvel já pode ter sido concretizada

Segundo a Telefónica, a O2 possui 15 mil Estações Radio Base (ERBs), ofertando 4G para 99% da população e 5G para 30 praças. Já a Virgin Media possui 8 mil km de fibra óptica lançada e 15 milhões de domicílios com TV por quilômetro de rede construída.

No Brasil, a Telefónica, em conjunto com a TIM, também está negociando a fusão das operações da Vivo com a Oi Móvel.

Com informações de Convergência Digital e Teletime.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Rodrigo Stadnik

Sei não…tô achando que logo teremos um monopólio e com certeza eu não vou pagar esses absurdos que cobram por serviços péssimos que temos hj e que não são de fibra ótica

Cidade - UF
Curitiba
Celia Ferreira

Não adianta nada essa fusão se o atendimento for péssimo. O cliente sempre vai fazer o básico pq precisa mais do que isso esqueci. Eu sou uma dessas clientes busquei melhorar mais não fui bem atendida e o que ainda comprei até hoje NÃO chegou. Não ligo mais, entrei em algumas plataformas de transmissão e estou super satisfeita.

Cidade - UF
SJC-SP
José Falcão

Fusão de empresas?
Hummm
Já vi esse filme.
Empresa mal das pernas se funde com outra?
Ahã! Já vi esse filme.

Cidade - UF
Porto Alegre - RS