Venda da Oi móvel atrapalharia a expansão do 4G no país, diz Anatel

Negócio traria prejuízos tanto para as empresas quanto para os consumidores.

Leonardo Euler de Morais, presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está preocupado com a possível venda da operação móvel da Oi. Segundo documento enviado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o negócio poderia provocar dificuldades regulatórias, econômicas e legais, entre elas a expansão do 4G no Brasil.

O maior ponto da discussão é o Plano Geral de Metas de Universalização IV (PGMU IV). Assinado em 2018, o decreto estipula que as concessionárias de telefonia fixa instalem antenas 4G em 1.386 localidades até dezembro de 2023.


A venda da Oi Móvel provocaria uma complexidade no atendimento dessa meta, ao embaralhar obrigatoriedades de concessões públicas (telefonia fixa) com privadas (móveis). O problema se tornaria ainda maior se o ativo for fracionado entre diferentes empresas. Isso provocaria prejuízos para empresas e clientes.

“Em uma eventual fusão e aquisição envolvendo as operações móveis da Oi, a detentora do espectro é a operadora móvel. Como a concessionária de telefonia fixa vai cumprir a meta, sem o espectro?”, questiona Leonardo.

VIU ISSO?

–> Oi vai mudar plano de recuperação judicial

–> Oi protocola aditamento da recuperação judicial

–> Oi garante mais de R$ 120 milhões para o caixa

O presidente da Anatel afirma que pequenos ajustes regulatórios têm resolvidos determinadas questões, mas que isso acaba provocando novos e maiores problemas futuros.

A Vivo é uma das operadoras interessadas no negócio, mas admite que as negociações estão ocorrendo mais devagar do que o esperado.

Com informações de Telesíntese.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Edu Eduardo

Lamentavel decisão! Eu aguardava com ansiedade essa venda. Agora a OI continuará SEM INVESTIR na telefonia móvel e o serviço só vai piorar. Agora realmente farei a portabilidade para outra operadora. Creio que muitos outros clientes também. Acho que essa decisão vai acabar de quebrar a OI de uma vez…

Cidade - UF
São Paulo
Luiz da Silva

Edu Eduardo: — “LAMENTÁVEL DECISÃO”?? – – Qual decisão? – – Não houve decisão nenhuma. – – “QUEBRAR A Oi” ?? Vc está muito mal informado sobre a empresa. – – As perspectivas para a Oi, agora são outras, completamente diferentes de quando ela entrou em Recuperação Judicial, com uma Dívida de R$ 65,4 BILHÕES. . .

Cidade - UF
RIO DE JANEIRO
Edu Eduardo

Luiz da Silva, vc tem dificuldade em interpretar textos? Não leu que a Anatel é CONTRA a venda da parte móvel da OI ? Já que vc é “perito” em OI, relate quais investimentos foram feitos na rede móvel nos últimos anos. NENHUM! Ou seja, tudo para a fibra e nada para a rede móvel. Entendeu ou precisa desenhar?

Cidade - UF
São Paulo