Vivo ainda está interessada na compra da Oi Móvel

Entretanto, negociações estão demorando mais que o esperado, diz COO da operadora.

Durante conferência para apresentar os resultados de 2019, Ángel Vilá, diretor de operações (COO, na sigla em inglês) da Telefónica, controladora da Vivo no Brasil, disse que a companhia ainda tem interesse em comprar os ativos móveis da Oi, mas que as negociações estão ocorrendo mais lentamente do que o previsto.

Segundo o COO, as questões regulatórias e concorrenciais no Brasil são complexas, e que apenas uma operadora não poderia realizar esse processo sozinha. Para ele, a divisão de ativos precisaria seguir uma formatação que permita a divisão de espectros e usuários entre as outras operadoras concorrentes.


Embora não tenha citado a TIM e a própria Vivo, Ángel ressaltou que apenas duas prestadoras teriam condições de adquirir as frequências da Oi Móvel. A Claro tem mais frequências que ambas operadoras.

“Acreditávamos que haveria uma espécie de namoro rápido, mas no fim está sendo algo como uma dança em câmera lenta”, afirmou o executivo.

VIU ISSO?

–> Maior acionista da Oi reduz sua participação na companhia

–> Oi investiu R$ 661 milhões em dezembro

–> Anatel pode acelerar venda da Oi Móvel

Quanto à base de clientes da Oi, com cerca de 36 milhões de usuários, ele acredita que deveria existir um fatiamento entre os três principais players do país (Claro, TIM e Vivo).

O motivo para o atraso nas negociações ainda é o processo de recuperação judicial da Oi. Apesar das boas notícias nas últimas semanas, ainda existe um senso de cautela. As conversas ocorrem em um passo de cada vez.

“Seguimos interessados”, concluiu.

Com informações de TeleSíntese.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
0 0 voto
Nota para o redator
Acompanhar esta matéria
Notificação de
9 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários