Oi fora da bolsa de valores? Operadora consegue novo prazo

Tele ainda precisar enquadrar a cotação de suas ações no valor limite estipulado pela bolsa, mas terá mais tempo.

Ilustração Unsplash
Imagem: Unsplash

É de conhecimento público que a Oi (OIBR3 / OIBR4) viveu uma verdadeira montanha-russa na bolsa de valores nos últimos meses. Especialmente após a divulgação de números negativos no caixa e aumento da dívida, que somam ao período de recuperação judicial da operadora para desacreditá-la no mercado.

Em agosto de 2019, por exemplo, as ações da prestadora começaram a operar no valor limite da bolsa, que é R$ 1. Foi a menor cotação atingida desde junho de 2016 e o estopim para alarmar a B3.


Uma notificação foi enviada em novembro, após a tele ficar mais de 30 dias com suas ações em valor inferior a R$ 1. Na ocasião, a marca foi convidada para divulgar seus procedimentos e um cronograma para reverter esse cenário.

Caso contrário correria o risco até mesmo de ser retirada da bolsa de valores e ficou acordado que a Oi teria até o dia 7 de maio de 2020 para apresentar suas medidas.

VIU ISSO?

–> STF favorece recuperação judicial da Oi

–> Vivo ainda está interessada na compra da Oi Móvel

–> Mais cidades recebem fibra óptica da Oi

Mas a empresa respondeu que se não houvesse reação positiva nas ações após a implantação de parte das iniciativas previstas no plano estratégico, a ideia era fazer um grupamento: reunir várias em uma só para elevar o preço e facilitar a negociação.

Já recentemente, no dia 18 de março, após a marca concluir a venda da Unitel e alguns imóveis, foi pedido um novo prazo para enquadramento das ações até a data da Assembleia Geral dos Credores, 6 de novembro.

A operadora explica que fez o pedido para evitar quaisquer prejuízos aos acionistas e credores, já que a companhia pretende vender mais ativos nos próximos meses e definir uma estrutura societária mais flexível e eficiente para conclusão do plano estratégico.

No dia 20 de março, a B3 encaminhou o documento com o deferimento do pedido realizado pela companhia. Fato comunicado ao mercado e acionistas na manhã desta segunda-feira, 23.

COMPARTILHAR EM:

COMENTÁRIOS MAIS BEM AVALIADOS DO MÊS

55

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

é um chip degustação, esperava o que? rs
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

48

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

dados atualmente não são problemas para as grandes operadoras, e mesmo assim, mta gente não se sente satisfeito, pois a escolha depende de outros fatores tbm. Ex: Oi oferece pacotes gigantescos de dados e sinal ruim…outras não se sentem bem atendidos, ou enfrentam problemas diversos…esses dias o vivo easy prime deu um BO impedindo que fosse realizado chamadas, Claro Flex tem um plano maravilhoso e um aplicativo péssimo…todas tem prós e contras, e cada consumidor tem uma medida do que é mais importante pra si mesmo.
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

42

Consumidor presta queixa contra comercial de Vivo Fibra

Meu deus do céu. Esse povo tá chato demais. Essa geração mi-mi-mi tá um saco.
  • 20/06/2020 by Tauan Fontoura

36

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

A Tim só tem um pouco mais de vantagem no pré pago, devido ter Facebook Twitter e Messenger e whatsapp, agora se começar a regular uso, com certeza a Claro vai ser o melhor plano. Tenho e não troco por nenhuma.
  • 02/07/2020 by Roberto Ramos

36

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

O TIM Black e os planos controle também sofreram essas medidas. Isso vai fazer a Claro roubar os clientes da TIM.
  • 02/07/2020 by Jefferson Rodrigues

COMENTÁRIOS RECENTES DE TODO O SITE

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários