Daniella Ribeiro assume presidência da Comissão de Ciência e Tecnologia

Senadora foi relatora de projeto que deu origem ao novo marco legal das telecomunicações.

Imagem: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Nesta quarta-feira, 4, a Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT), do Senado Federal, elegeu por unanimidade para o cargo de presidente a senadora Daniella Ribeiro (PP-PB). A troca de presidência ocorre após o senador Vanderlan Cardoso (PP-GO) anunciar que se filiará ao PSD, perdendo direito ao cargo que pertence ao Progressistas.

No ano passado, Daniella foi relatora do PLC 79, que levou à aprovação da nova Lei Geral de Telecomunicações, sancionada em outubro de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro. A senadora manteve o texto que havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados, em 2018.


“A gente sabe que as leis muitas vezes não vêm na mesma dinâmica da inovação, da tecnologia, mas esse é o nosso desafio. É fazer que as coisas aconteçam ao mesmo tempo”, afirmou Daniella.

Entre os temas que a comissão deve analisar neste ano é a implantação da rede 5G no Brasil. No entanto, diante do ano eleitoral, o ritmo de sessões da CCT deve ser afetado.

VIU ISSO?

–> Senado vai acompanhar implantação do 5G

–> Surdos e mudos podem ter desconto em planos de telefonia

–> Projeto no Senado quer acabar com cobrança por SMS

A CCC conta com 17 senadores titulares e mais 17 suplentes. A comissão discute projetos e políticas nas áreas de ciência, tecnologia, inovação, comunicação e informática.

Em 2019, 507 matérias distribuídas para relatoria foram registradas na CCT. A comissão também apreciou 72 requerimentos e realizou 19 audiências públicas.

Com informações de Agência Senado.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de